05 março, 2018

RESENHA | O Colecionador de Sombras (HQ) - Rafael Bianchini

Título: O Colecionar de Sombras - A Dama da Lua.
Autor: Rafael Bianchini.
Editora: Skull.
Gênero: HQ.
Páginas: 40.
Ano: 2018.

Skoob: 5/5.

Aonde Comprar

Prefácio:
"Depois do fim da Era Sanglan, o Mundo como se conhecia antes deixou de existir completamente, apesar de menos selvagem, curiosamente de certa maneira tornou-se mais sanguinário. A maldade dos homens tomou formas diferentes, eles se transformaram em seres mais ardilosos e sorrateiros, “o que antes era o sopro de um dragão hoje esgueira teus calcanhares como uma serpente” já dizia o verso de uma famosa canção popular.
Milhares de imigrantes vindos do Continente Vermelho e das Terras de Hilang em busca de fartura e, acima de tudo fugindo das Pragas e da fome, se misturaram com outros povos dando origem a novos Clãs e culturas.
Camponeses, piratas, pescadores, guerreiros Modra, fanáticos religiosos, sobreviventes Merah, antigos Sacerdotes, dentre vários outros compunham a imensa mistura que cobria os resquícios da velha dicotomia presente durante as Guerras Sanglanianas.
Ironicamente, o Mundo tornara-se mais perigoso, e vagar por estas terras de homens amaldiçoados não é tarefa fácil, principalmente se a sua maldição é ainda maior que todas as outras."

Tudo começa na Aldeia Santa Cruz, um vilarejo que cometeu barbaridades no passado.

E agora, neste pequeno povoado, os moradores se encontram amedrontados e trancados em suas casas, principalmente nas noites da Dama da Lua. A qual nasceu da crueldade dos pecadores, e sendo aliada da morte devora a todos.

O Colecionador de Sombras foi chamado para lidar com isso. Será que ele terá sucesso no duelo contra esta mulher? 
“Não pode evitar o inevitável!”
O Colecionador de sombras não é um herói comum e perfeito como estamos acostumados, ele carrega uma maldição e um destino sombrio. Os desenhos apresentam bons traços, apesar de um pouco grossos, são necessários para transmitir a intensidade do quadrinho, e tudo é passado com bastante clareza ao leitor. As cores são em tons quentes, principalmente vermelho. O Rafael e a Editora Skull fizeram um trabalho de boa qualidade.

Eu leio pouco HQ, mas gostei bastante desse e já quero o próximo volume.




E aí, gostaram?
Ficaram com vontade de ler?
Então adquira o seu na Loja da Editora Skull.

6 comentários:

  1. Bom dia Fernando. Gostei bastante da resenha e indicação. Faz muito tempo que não leio HQs e mesmo não sendo fã de livros desse gênero, fiquei bastante interessada nessa HQ.😀

    ResponderExcluir
  2. Oi, Fernando.

    Apesar do vilarejo ter um passado sombrio, acredito que as pessoas que moram ali, atualmente, são inocentes.

    Essa tal Dama da Lua 'deve' aterrorizar muito...

    ResponderExcluir
  3. Sou alucinada por quadrinhos de teor adulto (mas também curto os infantis) hihih, um dos quadrinhos com os quais mais me identifico são os de Neil Gaiman, Sandman, mas eles são bem caros. Eu não conhecia esse que você nos trouxe e já estou super curiosa pra ler!

    ResponderExcluir
  4. Ai gente que tudo o livro em quadrinhos achei que fosse um conto super adorei e já quero muito exemplar a história me identifico muito com os do Neil Gaiman

    ResponderExcluir
  5. Achei interessante a temática da HQ,bem misteriosa,hein?
    Espero que o colecionador de sombras se saia bem em sua empreitada heróica e coloque a dama da lua pra correr da Aldeia Santa Cruz.

    ResponderExcluir
  6. Bem legal esse história. Devo confessar que tem muito tempo que não leio HQ e esse livro seria uma boa para recomeçar. Valeu!

    ResponderExcluir