27 junho, 2018

RESENHA | Garota de Copacabana - O Acordo - Barbara Ricch

Título: Garota de Copacabana - O Acordo #1
Autora: Barbara Ricch
Editora: 3DEA
Páginas: 261
Gênero: Romance / Hot
Ano: 2017
Skoob 
Livro cedido pela Editora 3DEA
Sinopse: Alícia é uma excelente advogada e mulher determinada, que divide sua vida entre a paixão pelo balé clássico e o exercício da profissão. Solteira por escolha própria, tem o seu mundo certinho revirado ao conhecer um misterioso homem durante o Carnaval do Rio de Janeiro. Alícia vive o lema “sem envolvimento, sem sentimento” e não gosta de misturar emoções e trabalho. Até reencontrar o tal estranho e descobrir que ele é seu novo chefe. Enrico é italiano e vive no Brasil a trabalho. Típico bonitão, reservado e inteligente, não se engaja em relacionamentos sérios por conta de traumas do passado. Com problemas de visto, viu em sua nova funcionária uma saída. Achando que nunca se envolveria emocionalmente com Alícia, propõe um acordo benéfico para ambos. Prestes a perder o seu apartamento e sem dinheiro para quitar a dívida, Alícia aceita, mas descobre-se apaixonada por um homem lindo e incrível, com segredos que o impedem de ser feliz. Enrico também não é alheio à sua esposa, e todos os seus medos vêm à tona ao conviver com uma mulher forte, diferente de todas que já conheceu.
                                             
Alícia é advogada e tem por paixão o balé, solteira por opção, acredita que não deve se apegar a nenhum homem.
Enrico é um Italiano vivendo no Brasil. 
No carnaval do Rio de Janeiro os dois se encontram, mal sabe Alícia que Enrico é seu novo chefe.


Mas Enrico precisa resolver sua situação, ele pode perder seu visto, e a única forma de continuar no Brasil é casando com uma brasileira, ele propõe um acordo para Alícia, que acaba aceitando devido as contas que precisa pagar. O que era para ser um casamento por contrato, acaba se tornando algo intenso e cheio de amor.


Mas nem tudo são flores, nosso casal vai ter muitos altos e baixos, e eles precisam provar que o amor supera qualquer dificuldade, mas será que eles vão conseguir?


Garota de Copacabana é um clichê, não que isso seja ruim, muito pelo contrário, eu adoro um clichê, Alícia é determinada, Enrico também, mas ele é possessivo, achei seus ciúmes exagerado na maioria das vezes, os dois sempre estavam discutindo por coisas bobas, e ainda teve mais dois personagens no meio para fazer o famoso triângulo amoroso.

"O silêncio entre nós era maior que meu medo de estar perdidamente apaixonada por um criminoso."

A leitura não fluiu bem comigo até a metade do livro, depois disso a história me prendeu, e me deixou morrendo de vontade de ler o próximo volume, ainda mais com as surpresas que tive nesse primeiro livro.

Essa edição da Editora 3DEA está linda demais, folhas amareladas, todo começo de capítulo com uma bailarina, letras em bom tamanho.

Gostaram? Já conheciam o livro ou a autora? Me conta aqui nos comentários.

Beijos!

14 comentários

  1. Olá, além de não apresentar nada de original, a obra parece contar com vários acontecimentos desnecessários que nada agregam para o desenvolvimento dos personagens, os quais carecem de uma melhor caracterização. Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia nem a autora e nem o livro Kkk.
    Me pareceu uma mistura do filme "a proposta" com "50 tons de cinzas".
    Eu realmente não sou muito chegada a esse genero e a sinopse não me deixou muito curiosa, mas você me pareceu sincera na sua resenha.
    É na cara um típico clichê mas realmente isso as vezes não é algo ruim.
    A resenha foi boa e o livro parece ser lindo mesmo (ia amar ficar vendo as bailarinas em cada capítulo, eu tenho um amor por bailarinas 😍😍😍).
    Bjs.

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Gostei da resenha, eu não conhecia a escritora e o livro. Pela sinopse, eu não fiquei muito intrigada. Adorei a bailarina e a fonte utilizada no título.

    ResponderExcluir
  5. Não curto muito romances, e não tenho o costume de ler muitos livros desse gênero. Talvez por esse motivo não conheço o livro ou a autora. O que mais me incomodou foi o relacionamento conturbado dos protagonistas, além do próprio fato do acordo para o casamento. Sou bem exigente quando se trata de relações de amor entre dois personagens, e pra mim esse tipo de coisa não funciona. Muito pelo contrário: já desisti de vários livros por esse motivo. Achei a diagramação bem bonita e caprichada, revela a atenção e o cuidado da editora com o livro.

    ResponderExcluir
  6. Olá.
    A premissa desse livro é muito clichê mesmo. Não me interessei.
    Mas, que bom que do meio para o final a leitura fluiu melhor para você. Tanto que você quer continuar a ler a continuação.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Esse gênero definitivamente não é minha praia... Não me interessei nem um pouco pela história, mas de qualquer forma é sempre bom conhecer novos autores nacionais, mas como eu odeio o gênero e não gosto tanto assim de histórias clichês, não irei dar uma chance pro livro, ao menos por enquanto.. Mas parabéns pela resenha!

    ResponderExcluir
  8. A capa é linda mesmo, mas nos apresenta uma història que a gente ja conhece de outros livros, sem originalidade infelimente. Faltou a criatividade.

    ResponderExcluir
  9. Clichês não são comigo, a edição está linda, a editora caprichou mesmo, mas eu passo.

    ResponderExcluir
  10. To louca pra ler esse livro aaaaaa que pena que o livro só veio funcionar pra você da metade pra la isso é bem chato! Adorei saber que vai ter uma continuação, eu nem li esse, mas já quero essa continuação!

    ResponderExcluir
  11. Eu até que gostei da premissa do livro e da proposta da editora interessante saber da continuação do livro talvez eu considere ler ou não é porque eu realmente não sou fã do gênero hot

    ResponderExcluir
  12. Eu não conhecia o livro, e também não tenho nada contra clichês, desde que bem desenvolvidos e que consiga nos prender. Que bom que depois da metade a trama fluiu pra você. Eu não gosto muito do tipo de capa com fotos, prefiro imaginar as personagens. Tomara que saia logo essa continuação.

    Evandro

    ResponderExcluir
  13. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  14. Ah, eu também amo um clichê, e casamento de conveniência é o meu tema preferido, mas eu detesto triângulo amoroso, assim como também protagonistas que discutem por coisas bobas... Mas vou agora ler a resenha do segundo livro, vai que eu acabe me empolgando para ler?!
    Abraços!

    ResponderExcluir

Copyright © 2018 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo