18 julho, 2019

RESENHA | O Farol e a Tempestade - Romulo Felippe

Título: O Farol e a Tempestade
Autor(a): Romulo Felippe
Editora: Novo Conceito
Páginas: 304
Gênero: Drama / Romance
Ano: 2019
Skoob
Nota: 4,5/5 + Favorito
Link para Compra
Livro cedido pela Editora
Sinopse: Samuel Jones é um autor best-seller que vive recluso em uma remota ilha do Atlântico Norte desde que perdeu a família em um acidente de carro. A partir desse terrível advento, viver passou a ser um martírio, um sacrifício diário. O exílio de Sam, entretanto, ganhará um viés ainda mais dramático quando uma bola de fogo riscar os céus diante de seus olhos no meio de uma tempestade.Em uma obra do acaso, a fotógrafa nova-iorquina Anne Crawford sobrevive ao desastre aéreo e é salva justamente pelo escritor, quebrando a partir daí a solidão da Ilha Farethon e de seu farol secular. Duas almas marcadas por tragédias. Dois corações despedaçados pela vida. Para Sam e Anne há muito mais em jogo do que fé e paixão, perdão e esperanças. Marcados pela ausência de um passado e a impossibilidade de um futuro, resta-lhes viver o presente em sua mais profunda intensidade. “O Farol e a Tempestade” é mais do que uma improvável história de amor. O romance dramático mostra o quanto somos minúsculos diante as forças do universo e de como a vida é uma surpreendente montanha-russa que nos leva do inferno ao céu em um ato único. O que você faria se a vida lhe desse uma segunda chance?
Você acredita em destino?
Samuel Jones é um autor best-seller que perdeu a família em um acidente de carro; sem suportar a dor, ele se isola em uma ilha no Atlântico Norte, pensando que nada nem ninguém poderia mudar isso, um lugar onde só existe ele e sua dor. Porém, em uma noite tempestuosa, um avião em chamas risca o céu e cai no mar; Sam ajuda a única sobrevivente, Anne Crawford. Que para a surpresa dos dois, demora para se recuperar do acidente.
Anne é uma das melhores fotografas de Nova York, uma pessoa cheia de luz, mas com demônios em sua vida. Duas almas transtornadas, que em meio ao caos podem encontrar o amor. O que o destino reserva para Sam e Anne? Sam vai conseguir seguir em frente?


17 julho, 2019

RESENHA | O Ninguém - Jeff Lemire

Título: O Ninguém
Autor(a): Jeff Lemire
Editora: Pipoca & Nanquim
Páginas: 156
Gênero: Horror / HQ, comics, mangá / Literatura Estrangeira
Ano: 2019
Skoob
Nota: 5/5
Link para Compra
Livro cedido pela Editora
Sinopse: A pequena cidade de Boca Larga nunca vivenciou muita agitação – até a chegada de um estranho envolto em bandagens dos pés à cabeça. Movida pela curiosidade, uma adolescente solitária chamada Vickie se aproxima do homem e tenta descobrir a verdade por trás do visual suspeito. Mas, quando acontece um crime, toda a cidadezinha se volta contra o estranho e passa a caçá-lo, ameaçando desmascarar um terrível segredo! Em O Ninguém, o consagrado autor Jeff Lemire retoma o eterno personagem criado por H.G. Wells em O Homem Invisível, o leva a uma cidade do interior dos dias atuais e o usa como chave para explorar temas como identidade, medo e paranoia, mostrando como isso tudo pode transformar uma comunidade inteira e destruir até mesmo a mais pura amizade. A edição da Editora Pipoca & Nanquim tem capa dura com verniz texturizado, formato americano, miolo em papel couché de alta gramatura impresso em duas cores e extras exclusivos.
O Ninguém, escrito e ilustrado por Jeff Lemire é uma releitura de O Homem Invisível, de H.G Wells.


A história se passa em Boca Larga, uma cidadezinha pequena no interior; aquela típica cidade onde todos se conhecem, todos sabem da vida uns dos outros. Nada de novo acontece por ali, até o dia em que um homem aparece com bandagens dos pés a cabeça, e óculos bem peculiares, mais parecidos com aqueles de mergulhadores. A cidade toda fica focada em saber mais sobre o homem misterioso, mas vão esquecendo dele. Menos Vickie, uma adolescente que se aproxima de John Griffen (sim, esse é seu nome), e tenta descobrir mais sobre ele e o que pode ter acontecido. Os dois se tornam amigos; até o momento em que um crime acontece em Boca Larga, e adivinhem quem é o principal suspeito?!

11 julho, 2019

RESENHA | Tê Rex: Spoilerfobia: Volume 1

Título: Tê Rex: Spoilerfobia: Volume 1
Autor(a): Marcel Ibaldo e Marcelli Ibaldo
Editora: AVEC
Páginas: 96
Gênero: HQ, comics, mangá
Ano: 2018
Skoob
Nota: 5/5
Link para Compra
Sinopse: Tê Rex é uma dinossaura nerd desbravando mundos fantásticos que habitam as obras que coleciona. Para sobreviver na pré-história, enfrenta preconceitos, bullies e os malditos SPOILERS.
Embarque nessa viagem no tempo a uma era onde os dinossauros dominavam a Terra, e em que encontrar uma HQ não amassada na banca era uma guerra Infinita. 
Quero começar essa resenha enaltecendo os autores desse quadrinho, vocês acreditam que as ilustrações foram feitas pela Marcelli?! Uma menina de 11 anos; e o roteiro pelo seu pai. É aquele tipo de livro que você pega e já sente o coração quentinho sabe?! APAIXONADA!


10 julho, 2019

RESENHA | Ben Jorge Contra-Ataca o Suco de Orge e Outros Poemas

Título: Ben Jorge Contra-Ataca o Suco de Orge e Outros Poemas
Autor(a): Leonardo Ben
Editora: Talentos da Literatura Brasileira
Páginas: 176
Gênero: Poemas / Literatura Brasileira
Ano: 2018
Skoob
Nota: 4,5/5
Link para Compra
Sinopse: SALVE, SIMPATIA!
Imagine o que o síndico Tim Maia poderia ter a ver com Manuel Bandeira. E Carlos Drummond de Andrade com Jorge Ben Jor. O que aconteceria se Fernando Pessoa revolvesse entrar em uma guerra com seus heterônimos? Uma mesma pessoa poderia ter a ver com “Priscilla, a rainha do deserto” e São Jorge? E São Jorge, por sua vez, com “Star Wars”?
Neste livro, um mesmo capítulo pode fazer referência a um ator cômico como Leslie Nielsen e a meditações filosóficas sérias. Ou, também, você poderá deparar com um ponto em comum entre Luis Fernando Veríssimo e Álvaro de Campos, ou duas visões completamente opostas sobre Machado de Assis.
Para compreender essas misturas improváveis, é preciso mergulhar nesta obra – estreia de Leonardo Ben –, que busca aproximar os mundos da poesia e da música brasileira de modo original e irreverente.
LEONARDO BEN é o nome artístico de Leonardo Borges Calderoni. Nasceu em 1987, na pauliceia desvairada, onde vive até então. Formado em Relações Internacionais pela USP, acabou mudando de rumo ao descobrir que sua vida é fazer arte. Sua grande paixão é tentar aproximar os mundos da poesia e da música. Compõe junto com o músico Gabriel Oliveira a dupla Garotos do Ben e sua única certeza, hoje, é que fará poesia para o resto da vida.
Poesia + música + literatura nacional = perfeição.
Ben Jorge Contra-Ataca o Suco de Orge e Outros Poemas me fez embarcar em uma vibe completamente diferente de tudo que já li e senti; uma mistura de poemas reflexivos, divertidos, tristes, cheios de amor e amizade; e claro, referências à MPB, autores consagrados da nossa literatura nacional e acontecimentos do nosso país.


09 julho, 2019

RESENHA | Dois Irmãos, uma Guerra - Ben Elton

Título: Dois Irmãos, uma Guerra
Autor(a): Ben Elton
Editora: Jangada
Páginas: 496
Gênero: Ficção / Literatura Estrangeira
Ano: 2014
Skoob
Nota: 4,5/5
Link para Compra
Livro cedido pela Editora
Sinopse: Dois Irmãos, Uma Guerra é a história comovente de dois garotos - um judeu e seu irmão adotivo ariano -, criados como gêmeos, à sombra do Nazismo.
Nascidos em Berlim, em 1920, e criados por pais judeu-alemães, no início as origens dos irmãos são irrelevantes. Mas, com a mudança do cenário político, eles acabam em lados opostos durante a Segunda Guerra Mundial - um fazendo parte da Waffen-SS e o outro, do exército britânico - e têm que se confrontar com uma escolha inimaginável, que mudará completamente o destino de ambos. Qual deles sobreviverá? Como irão enfrentar a terrível verdade oculta em seu passado?
Dois Irmãos, Uma Guerra apresenta a história da família Stengel, o casal Frieda e Wolfgang , ainda jovens tiveram gêmeos, mas infelizmente um nasceu morto; ao mesmo tempo, no mesmo hospital, uma mãe morre no parto, e os avós decidem dar a criança para adoção; assim o bebê é oferecido a família Stengel, eles aceitam e acreditam que os gêmeos estão de volta, mesmo o bebê não sendo judeu, assim como eles.
Isso tudo acontece um pouco depois da primeira guerra, até a trama avançar para a segunda guerra; em meio a esse período acompanhamos o crescimento dos gêmeos, como eles são inseparáveis; Otto e Paulus até chegam a se apaixonar pela mesma garota, até que o rumo da vida de todos muda, os caminhos se separam pelo regime nazista. Qual deles vai sobreviver? Eles agora estão em lados opostos da guerra, e o segredo de infância vêm a tona.


Copyright © 2019 | Design e Código: Sanyt Design | Uso pessoal • voltar ao topo