17 setembro, 2018

RESENHA | Submerso em Ossos - Fernando Mello

Título: Submerso em Ossos
Autor(a): Fernando Mello
Editora: Amazon
Páginas: 237
Gênero: Suspense / Mistério
Ano: 2018
Skoob
E-book cedido pelo autor
Sinopse: Ethan é filho de um político de uma pequena cidade do Ceará. Sua vida, pela perspectiva alheia, é considerada perfeita. O que a sociedade não sabe é que dentro desta família habita um mal social. Ethan era espancado de duas a três vezes no mês, quando não, acabava sendo submetido a humilhações verbais. A pessoa que deveria lhe fazer sentir seguro, causava o sentimento contrário. Quem ele deveria denominar como herói, sempre foi seu vilão. Átila destruiu seu psicológico de todas as formas, tornando-o um escravo mental; transformou-o em um assassino. Convivendo desde sua infância com a violência física e psicológica, Ethan vê-se preso numa cela abstrata, onde encontra como única saída entregar o pai e a si próprio à polícia, para pôr um fim ao que lhe doma, e assim conseguir sua liberdade. Porém, existem fatores passados e pessoas que precisa considerar, antes de dar qualquer passo à frente em seu plano. Será que ele se libertará do seu domador ou se tornará apenas mais uma vítima silenciada?
                                   
Submerso em Ossos é um livro impactante, brutal, mas efetivo. Um história onde o autor apresenta a realidade de muitas famílias, mas que infelizmente é um assunto que tem pouco destaque. 


A mãe de Ethan foi assassinada e estrupada na sua frente, quando ele ainda era uma criança. Um trauma que ele jamais vai conseguir superar. 
Como é de menor, precisa ir morar com seu pai, o que se torna um pesadelo para Ethan. 
Átila é um verdadeiro monstro, batia na esposa e em Ethan até que se separaram, e agora seu filho precisa de abrigo após a morte da mãe. Para Átila, seu filho é um peso, algo que nunca deveria ter acontecido, um acidente. Mas como está na política precisa cuidar da criança, e fazer todos acharem que sua familia é perfeita, junto com sua nova esposa, sua enteada e suas duas filhas.

"Eu sou um pássaro solto preso numa gaiola invisível, porém existente."

Átila não usa somente de violência física, mas psicológica também. Ethan sofre muito nas mãos de seu genitor, é tratado como um cachorro (literalmente). Após crescer nesse ambiente de violência, Ethan agora é assassino e trabalha para seu pai, tudo isso para proteger a pessoa que ama, e claro, não ser morto por Átila; Que parece ter a cidade toda em suas mãos.

"Procuro ser pedra, busco ser gelo, e é em vão. Não há uma muralha forte o bastante para conter os danos ou para me salvar da dor na minha carne, ou das feridas do meu psicológico."

Mas toda essa situação não faz com que Ethan pare de sonhar, ele sonha com sua liberdade e para isso quer entregar seu genitor para a polícia, não se importando se vai ser preso também, pois acredita que precisa pagar por tudo que fez; mas será que vai ser fácil? Como está o psicológico de Ethan após tantos anos de violência e submissão? 

"O diabo sempre quis dominar tudo ao seu redor."

Preciso começar dizendo que esse livro não é para qualquer um, algumas cenas são realmente fortes e me deixaram enjoada. E foi exatamente isso que fez o livro ganhar cinco estrelas, a intensidade da escrita do autor. Ele não teve medo em relatar essa realidade que infelizmente acontece com tantas famílias. 

"Quando você ama alguém, acaba por se submeter a ser um escudo para a pessoa, a fim de que nada a atinja, e caso algo a machuque, você espera não ser nada grave."

Os capítulos são narrados por Ethan, alguns sendo flashbacks que fazem o leitor entender melhor as motivações do personagem;
Apesar da temática pesada, o autor soube colocar leveza em sua narrativa. A leitura é muito rápida, e claro que a história prende do começo ao fim. E quando você acha que acabou, que não é possível ficar pior.. o autor brinca com você e mostra que sim, tudo pode ficar pior e você é mais uma vez surpreendido com situações inusitadas e impactantes ao mesmo tempo;

"Considero esse mundo um local habitado pelo mal, onde pessoa do bem são vítimas suscetíveis da crueldade."

Quero parabenizar o autor por esse livro, acredito que pode ajudar muitas pessoas que passam por situações assim, ou conhecem alguém que passa.
Vamos ter mais amor ao próximo, não ignore um pedido de ajuda. E se você passa por algo assim, denuncie, não fique submerso no silêncio. 

Aonde Comprar: Amazon | Instagram do Autor

Outros quotes:

"Quando se luta contra o que te massacra você acaba por procurar maneiras de entender os motivos de ser o escolhido a ser a vítima perfeita para esse mal."

"Assim como existe uma alma humana poe trás de cada monstro, há também um ser perversso por detrás de cada boa pessoa. Camuflado. Dormindo. Esperando a oportunidade de mostrar o seu lado sombrio." 

Beijos!

12 comentários:

  1. Oiie
    Infelizmente hoje em dia ainda existe esses casos como o do Ethan embora sejá um livro na vida real isso existe e tem crianças que acabam se matando pra poder fugir desses maltratos é muito triste.
    Mas Parabéns ao autor por retratar isso em um livro porque quem sabe uma pessoa que tá passando por isso consiga pedir ajuda consiga falar isso com alguém que possa ajudar.

    ResponderExcluir
  2. A leitura deve mexer muito com as emoções do leitor, só de imaginar as coisas que o personagem passou me da uma agonia, é muito revoltante ver crianças sofrendo assim. Apesar da situação o personagem não perde as esperanças e ainda sonho, muito bonito isso. Fiquei com vontade de ler o livro e saber mais.

    ResponderExcluir
  3. Caramba, que resenha!
    Triste saber que há tantos Ethan por aí, escondidos em suas dores, temores e talvez, nem imaginando um futuro.
    Muito bom o autor trazer um tema tão forte, tão pesado, mas que de certa maneira, faz com que o leitor abra seus olhos aos outros. Isso foi maravilhoso de se ler.
    E quem disse que a vida é fácil para alguns?? Nunca é.
    Com certeza, vai para a lista dos mais desejados!!
    Beijo

    ResponderExcluir
  4. Parece ser um livro maravilhoso com uma história maravilhosa!
    Gosto muito de histórias com temáticas pesadas (mas que sejam bem resolvidas) e que o autor nos faz entrar na história de uma maneira leve, porém real.
    Fiquei com o coração apertado só de pensar em Ethan passando por essas situações, saber que é cada vez mais real e que tem muitos "Ethans" por aí.
    Gostei muito!

    ResponderExcluir
  5. Olha, pelo visto esse livro não é pra mim, é tão forte...
    Pela sua resenha conseguiu entender o título e achei a capa bem legal.
    É uma história pesada, e já estou aqui torcendo que o protagonista tenha um final feliz.

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Nossa a história do livro aborda temas pesados só que verdadeiros, pela resenha pude perceber que Ethan se torna uma pessoa vazia sentimentalmente, devido ao sofrimento e pressão psicológica imposta pelo seu próprio pai. As vezes o trauma de uma criança, moldam os pensamentos dela, tornando-os altultos frios e sem coração. Parece ser uma história que dá o que pensar.

    ResponderExcluir
  7. Nossa Aline que livro intenso este...
    O enredo parece ser bem forte, faz um bom tempo que não leio livros com temas tão delicados e fortes assim...
    Vou add nos desejados, fiquei interessada nesse livro.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  8. A história parece ser bastante instigando e interessante. Como estou entrando aos poucos nesse gênero, vou colocar ele na minha wishlist para comprar futuramente.

    ResponderExcluir
  9. Aline!
    A primeira coisa que gostei foi saber que o livro é ambientado no nordeste, não gosto muito quando os autores nacionais, deixam de ambientar suas histórias em nosso vasto país.
    E se é tão instigante, torna o livro interessante.
    Gostei.
    “O maior problema e o único que nos deve preocupar é vivermos felizes.” (Voltaire)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA SETEMBRO - 5 GANHADORES - BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  10. Realmente um tema muito importante de ser falado, a violência infelizmente é algo que acontece, e é preciso a gente ler, se informar e saber ver pequenos sinais de sofrimento do outro. Com certeza é um livro que irei querer ler. Parabéns pela resenha =)

    ResponderExcluir
  11. Não gostei tanto da proposta do livro mas a pegada do autor me lembra muito apegada do Marcos de Brito que também é outro autor Nacional pretendo ler mais livros nacionais em breve mas no momento quero terminar os que já estão na estante

    ResponderExcluir
  12. Muito interessante e original.
    Gostei da premissa e fiquei com vontade de ler.
    Apesar de que me deu um pouco de receio dessas cenas fortes, sou bem sensível pra leitura, sempre passo mal com cenas tensas kkkkkk esses dias parei várias vezes minha leitura pra tomar água e me acalmar kkkk
    vou ler quando der sim!
    bjs

    ResponderExcluir