27 maio, 2018

ENTREVISTA #27 | Autor Raphael Miguel


1 - Como você percebeu que queria ser escritor?
Foi uma coisa bem natural. Minhas brincadeiras mais infantis já dispunham de roteiros complexos, sempre fui fascinado por essa coisa de criar mundos. Depois, na vida adulta, houve uma ocasião em que já não conseguia segurar as histórias que me ocorriam e estava precisando expurgar essas tramas. Uni o útil ao agradável ao começar a escrever. Acho que foi aí que percebi que não tinha mais jeito, o começo da jornada.


2 - Tem algum personagem favorito? Se sim, por quê? O que ele significa para você?
Ah, é muita maldade sua me fazer responder a isso. Hahaha Escolher um personagem preferido é como escolher um filho preferido. Simplesmente complicado. De certa forma, todos meus personagens são importantes para mim, desde os menos badalados até os protagonistas. Mas não vou fugir da questão.
Para fazer justiça, vou citar duas. Ok, sei que estou trapaceando, mas deixar uma de lado seria grande covardia. Elejo como preferidinhas as minhas meninas super poderosas. Eveline (ÁCIDO & DOCE) e Kaiara (PLANETA BRUTAL) são bem diferentes entre si, mas ambas trazem a mesma força dentro delas. Gosto de comparar uma à outra e sempre chego à conclusão de que as admiro exatamente por conta da força que trazem paras suas respectivas histórias. Eveline faz as coisas acontecerem em Ácido & Doce assim como Kaiara faz a trama rolar em Planeta Brutal.
É verdade que algumas atitudes delas são bem questionáveis, pois trazem consigo uma determinação que chega a parecer cega em certos momentos. Mas não é isso que nos torna humanos? A capacidade de agir de forma descompassada, impensável e desastrosa não é característica de pessoas palpáveis? Talvez esse seja o motivo de Eveline e Kaiara serem tão importantes para mim e meus leitores.

3 - Foi difícil chegar até uma editora e publicar seu primeiro livro?
Meu primeiro livro foi a fantasia contemporânea O LIVRO DO DESTINO, que acabou ganhando muitos leitores e conquistando prêmios literários. Certamente, o livro que abriu as portas para mim.
Podemos dizer que foi difícil chegar até uma editora para publicar o primeiro livro e com certeza foi bem trabalhoso. Antes de ingressar de vez no mundo literário, procurei me informar para saber onde estava me “enfiando”. Já sabia que não seria fácil e precisava de certa bagagem para não ser surpreendido no meio do turbilhão que é o mercado editorial brasileiro. Vejo que muitos outros autores acabam sendo engolidos exatamente por não saberem como as engrenagens funcionam. É um mundo muito competitivo. Parece que não, mas é.
Então, comecei aos poucos, participando de algumas antologias de contos e poemas sobre diferentes temas, buscando variar o repertório e sentir o primeiro contato com os leitores. Quando dei por mim, estava tão envolvido e inserido naquela loucura que apostei em publicar o primeiro livro solo, O LIVRO DO DESTINO. Nunca me arrependi e minha vida não teria sentido longe disso tudo.

4 - Você faz muitas pesquisas antes de escrever uma história?
Como escritor, me sinto na responsabilidade de ser sincero com quem me lê. Prezo muito pela verossimilhança dos enredos ao escrever, então não posso me permitir levar algo sem base até o leitor. Toda vez que me deparo com algum assunto sobre o qual não tenho muito conhecimento ou base, faço pesquisas até esgotar as eventuais dúvidas, sempre pensando na qualidade do texto final. Publicar bobagens está fora de questão.
Por transitar entre vários gêneros e por abordar inesgotáveis assuntos, tanto em meus livros como nos contos, me cobro muito nas pesquisas. Não importa se falarei sobre realidades alternativas (O LIVRO DO DESTINO), o efeito de drogas sintéticas no organismo (ÁCIDO & DOCE), a linha tênue entre o paranormal e a loucura (5 – CINCO), as destruições do aquecimento global a longo prazo (PLANETA BRUTAL), os poderes de um super-herói (OS SUPREMOS), a negação de um fã diante da morte do ídolo (PLAYLIST), sempre devo levar ao leitor uma história com base em conhecimentos reais. Uma forma ética e sincera de atuar, sem enganações, sem inverdades. O artista deve isso ao público.

5 - Existem muitas cobranças por parte de seus leitores?
Olha, vou te dizer que tenho um público sensacional. Nunca me senti pressionado além da cobrança normal de quem acompanha o trabalho de alguém. Na verdade, essa “cobrança” é saudável, pois é sinal de que as histórias agradam. Gosto quando as pessoas vêm até mim depois de uma leitura para dizer o que acharam do livro, perguntam sobre possíveis continuações, sugerem temas ou tiram dúvidas. Também gosto muito quando mostram interesse e perguntam quando escreverei mais livros.
Nisso posso dizer que me “cobram” bastante, mas também posso dizer que adoro. A interação com os leitores é combustível para minha arte.

6 - Fale um pouco sobre sua forma de criação.. tem alguma mania na hora de escrever?
Por conta da minha profissão convencional, tarefas de casa e acompanhamento da família, procuro escrever sempre que possível, mas isso não é nada programado. Geralmente, é à noite que escrevo em meio às bagunças da minha filha. Haha.
Sempre digo que sou mero instrumento transcrevendo histórias que me são sussurradas pelos personagens. Por causa disso, o processo de criação é natural e se baseia em inspiração. Para mim, aquele lance de que o autor deve escrever todos os dias é um pouco pesado demais. Não gosto de forçar a escrita, prefiro deixar correr.
Talvez se um dia a escrita tornar proporções ainda mais gigantescas na minha vida, eu mude de ideia.

7 - Quais são seus projetos para um futuro próximo? Pretende lançar mais livros?
Bem, pretendo continuar produzindo e trazendo novidades. A vontade em crescer e compartilhar minhas histórias é o que me move todos os dias pelo caminho da obstinação. Não é fácil, mas sei que um dia posso alcançar o lugar que tanto almejo, sempre mantendo a humildade e o foco.
A verdade é que gostaria de ter mais tempo para me dedicar à escrita e lançar títulos e mais títulos anualmente, embora hoje isso não seja possível (ainda). Tenho alguns trabalhos que gostaria de desenvolver a curto prazo e alguns que já têm até título e premissa. Por enquanto, estão em stand by, pendentes de alguns acertos ou pontos no desenvolvimento dos enredos.
A curto prazo, posso cravar três grandes novidades que chegarão em um futuro próximo. A antologia que tive a honra em organizar, PLAYLIST, está na gráfica (finalmente) e deve estar chegando nos dias seguintes. Aliás, o livro está em pré-venda, caso alguém queira comprar. ;)
Também em breve devo anunciar oficialmente meu próximo livreto, #DRAMA (nome provisório), espécie de coletânea bem curtinha (como o livro 5) com quatro contos de minha autoria.
E ainda em 2018, talvez para o fim do ano, pretendo presentear quem leu e curtiu ÁCIDO & DOCE com a publicação da tão aguardada continuação e novidades sobre o primeiro livro. Algo me diz que quem me acompanha irá adorar.
A longo prazo, pretendo revisitar os títulos que já lancei (O LIVRO DO DESTINO; 5 CINCO) com a finalidade de movimentá-los, além de investir em uma possível continuação de OS SUPREMOS e ampliação do universo do PLANETA BRUTAL.
Sobre livros novos, tenho na fila algumas idéias que, como disse, ainda dependem de vários fatores. Para ilustrar melhor a resposta, vou citar títulos provisórios desses projetos: O NOIVO (suspense psicológico, baseado em meu conto homônimo que venceu um concurso da Darkside Books); BRADADOR (suspense baseado no folclore brasileiro sobre uma lenda do sul); THE GAME (suspense/terror); ESCALENO (romance); CORAÇÕES DILACERADOS (romance); MIRIM (ação); A SAGA DE ESPLENDOR (fantasia medieval).
Ufa!
Além disso, pretendo continuar publicando em antologias e, quem sabe, assinar a organização de mais um projeto desse tipo.

Gostaria de deixar algum recado para os leitores do Lost Words, e para seus futuros leitores?
Agradeço demais pelo convite para participar da entrevista e pela oportunidade em falar com os leitores do Lost Words. Esse contato é muito importante, pois é através da interação e divulgação que temos a oportunidade de testar a recepção do público.  A cena da literatura brasileira alternativa está fervendo e penso que vivemos o momento oportuno de buscarmos expandir nossos horizontes. Quem quiser me procurar nas redes sociais para um papo ou saber mais sobre meus projetos, será bem recebido. Prometo! Fiquem de olho nas novidades e mantenham a obstinação.

Sobre o Autor:

Com o nome de dois poderosos anjos, Raphael Miguel é apontado com destaque pela crítica especializada em literatura brasileira contemporânea. Em dois anos de carreira, participou de mais de trinta antologias de contos e poemas nos mais variados temas, recebendo até mesmo prêmios e menções honrosas em concursos. Cronista, assinou colunas e artigos para blogs e revistas literárias, dentre as quais: Revista Varal do Brasil e Revista Amazing. É autor da fantasia contemporânea O Livro do Destino (2016);  do romance urbano Ácido & Doce (2017); do suspense sobrenatural 5 Cinco (2017) e da distopia pós-apocalíptica Planeta Brutal, todos muito bem recebidos pelo público. É organizador da antologia Playlist (2018) que apresenta contos musicais e idealizador da coletânea de super-heróis brasileiros Os Supremos (2018). É apenas o começo de sua jornada. 

Suas Obras: 

O Livro do Destino
Sinopse: O que você faria se recebesse um artefato capaz de alterar o destino das pessoas ao seu redor, interferir no futuro e destruir realidades? O que faria se um instrumento de tamanho poder caísse em suas mãos? Praticaria o bem ou o mal? Utilizaria para sanar as desgraças do Mundo ou para alcançar objetivos egoístas? Tentaria salvar àqueles ao seu lado, ou salvaria apenas a si próprio? Eric Dias é um rapaz de recém feitos dezessete anos. Pacato, vive uma vida tranquila, sem grandes preocupações. No entanto, um presente inusitado pode alterar para sempre seu destino e de todos ao seu redor. O que o rapaz fará com tal responsabilidade sobre seus jovens ombros? 

Acido & Doce: A Rosa Fatal
Sinopse: Apesar de desolado com a partida de sua amada amiga Lívia G. para tentar realizar o sonho de se tornar uma modelo internacional na França, Alejandro Vidal Braga seguiu em frente e tornou-se um rapaz ambicioso, totalmente movido pela ganância, embora dono de uma personalidade dúbia que o deixa em xeque. Mas, o retorno de assuntos do passado promete fazer com que Alejandro tenha que adotar novas posturas de atitude e comportamento ao ponto de tornar-se irreconhecível aos olhos dos próprios pais em busca de aceitação e identidade própria.
---
Eveline é uma jovem bonita, charmosa e atraente que guarda muitos segredos de um passado nebuloso e sombrio. Ainda que seus motivos sejam desconhecidos, a garota misteriosa parece estar determinada a terminar de destilar seu plano de vingança contra o homem que lhe fez sofrer. Eveline tem contas para acertar e ninguém poderá ficar em seu caminho.
---
Acompanhe a trama de ÁCIDO & DOCE sob a ótica de dois personagens e prepare o coração para se impressionar do início ao fim com um enredo inovador repleto de reviravoltas, subtramas, conspirações, encontros e desencontros. Com pitadas de suspense, erotismo, drama, mistério e intrigas, ÁCIDO & DOCE é um romance urbano diferente, sensual, eclético e frenético que promete muitas surpresas. Experimente diversas sensações que irão do ácido ao doce em cada página.
5 (Cinco)
Sinopse: CINCO histórias.
CINCO acontecimentos.
CINCO personagens centrais.
CINCO narrativas diferentes.
CINCO finais.
Apenas UM destino!
5 é um suspense psicológico que levará o leitor a uma experiência extrema através de CINCO histórias narradas através de CINCO formas diferentes e conduzidas a UM único destino. É bom ter desenvolvido nervos de aço.

Planeta Brutal
Sinopse: Os eventos que culminaram no Primeiro Dia assolaram a face do Planeta Terra. Com a população reduzida drasticamente e com os efeitos das extinções de espécies e do aquecimento global, os sobreviventes tiveram que se adaptar a uma nova realidade... uma realidade feia, cruel, visceral, BRUTAL.
Em meio ao caos, após ter vivenciado o lado mais horrendo dos remanescentes, uma mulher leva seu pequeno filho pelo deserto sem fim na intenção de encontrar um lugar melhor para sobreviver, mas o perigo espreita pelos cantos e cada passo pode ser mortal.
Com um ritmo alucinante, “Planeta Brutal” irá te levar a um mundo caótico, com uma trama repleta de reviravoltas através de personagens fortes e marcantes que não têm limites para alcançar seus objetivos.

Os Supremos
Sinopse: “... preciso deixar este documento registrado para a posteridade. Hoje sou um pesquisador de fama internacional e reconhecido por ter descoberto o gene ‘supremo’, sobre o qual elaborei uma série de estudos e dediquei boa parte de minha carreira. Graças aos esforços da repórter Marisa Gimenez, todos sabem da existência destes seres poderosos, portadores destas características, que pisam sobre a terra, mas meu estudo está longe de ser completo. Agora, faço parte do Programa ‘Incógnito’, subsidiado pelo governo, o mesmo governo que tentou me calar anos atrás. Ainda não sei o que querem com a minha pesquisa, qual o verdadeiro propósito disto, ou os motivos de supervisionarmos estas pessoas tão extraordinárias. Seja como for, o projeto voltou seus olhos a quatro incidentes separados que envolvem cinco supremos. Estaremos colhendo informações importantes sobre esses pretensos heróis, esses deuses entre nós, aqueles a quem chamamos de [texto ilegível]. Tenho certeza que esta experiência será de grande valia para compreendermos.” ­­— Trecho retirado de anotações pessoais do Dr. Arnaldo Negrão.  
Playlist - Contos Musicais
Sinopse: Faça sua playlist e ligue o som. Está na hora de se aventurar por vários ritmos musicais em formas de contos, que nos deixam afoitos e inconsoláveis diante de suas intensidades. Não desligue o rádio até terminar, senão perderá todo o encanto que encontrará em cada linha.
Uma antologia organizada pelo autor Raphael Miguel e que pretende surpreender o público com contos inéditos de vários ícones da literatura brasileira contemporânea.

Gostaram? Me conta aqui nos comentários, em breve vai ter resenha de Os Supremos para vocês, mas vou confessar que já quero ler todos os livros do autor haha

Facebook do autor | Instagram do autor | E-mail: raphaelmiguel@outlook.com.br

Beijos!

14 comentários:

  1. Oi, Aline.

    Acho que o autor fez uma ótima escolha ao aprimorar tudo que surgiu em sua mente, através da escrita.

    Ao autor, desejo que continue fazendo sucesso e que alcance o êxito esperado.

    ResponderExcluir
  2. Olá Aline
    Acredito que eu já tenha ouvido falar desse autor...e fiquei interessada no livro "playlist-contos musicais" até por que sou uma amante de música♡

    ♡♡◇

    ResponderExcluir
  3. Oi Aline!
    Adorei conhecer esse autor e as histórias dele, já vou adicionar aos meus desejados para adquirir. Gostei da premissa de cada história e já fiquei interessada em ler. Bjs

    ResponderExcluir
  4. Parabéns ao autor pelos títulos já publicados e pela grande criatividade que tem! De cara já me interessei pela história de O Livro do Destino, Planeta Brutal e Os Supremos. Os outros livros também parecem ser legais, foi uma ótima indicação para mim que não conhecia o autor! :D

    ResponderExcluir
  5. Uau, quantos títulos!
    Gostei de conhecer mais sobre o autor e seu trabalho. Não conhecia suas obras, mas me interessei bastante, sobretudo, como a grande amante de música, "Playlist - Contos Musicais". Sucesso ao autor!

    ResponderExcluir
  6. Oi Aline,
    Eu acho muito importante essa pergunta sobre se foi difícil achar uma editora. Pra quem ta escrevendo um livro é muito legal saber. Tem gente que fala que é bem complicado, já tem gente que dá dicas de como achar

    ResponderExcluir
  7. Olá, Aline!
    Não conhecia o autor e quanto livros, isso que ele só escreve quando pode. Imagina se ele vivesse dos livros.
    Adorei todos os livros, o que mais chamou minha atenção Os Supremos.
    Sucesso, beijos.

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Não conhecia o autor e não tinha a menor idéia da quantidade de livros dele que já tem no mercado.
    Gostei muito de conhecê-lo e saber como as histórias surgem na cabeça dele. Bela entrevista.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  9. An-nyong-ha-se-yo!
    Gente, em choque! Quantos livros, sonho de princesa de vários escritores kkkk
    Aguardo pelas resenhas, viu?!

    ResponderExcluir
  10. Olá! Confesso que não conhecia o autor, mas algumas obras já despertaram meu interesse, Playlist - Contos Musicais e 5 sem dúvida vão para a minha lista. Bacana saber que o autor se preocupou em realizar pesquisas e trazer ao leitor textos de qualidades. Mais e mais sucesso ao autor e suas histórias.

    ResponderExcluir
  11. O que mais me impressionou foi a diversidade de escrita do autor, mas que no fundo, todas têm um mesmo sentido e traz uma mesma sensação a cada leitor (a minha foi 100% no psicológico). Adorei os livros, principalmente "O livro do destino", "Ácido e doce" e "5 - cinco".

    ResponderExcluir
  12. Soube do lançamento de "Os Supremos", mas ainda não conhecia o autor! Gosto de autores que escrevam sobre diversos assuntos e todos os livros me interessaram, principalmente "5" e "Ácido e Doce".

    ResponderExcluir
  13. que autor atencioso
    suas respostas foram muito interessantes
    quero ler sua resenha de os supremos, mas pode trazer resenha de todos os livros dele também, vou adorar saber sua opinião sobre os livros
    gostei também dessa diversidade do autor, não é qualquer um que consegue varias de generos assim

    ResponderExcluir
  14. Já quero ler 5(Cinco) e Planete Brutal. Não havia me ligado q Os Supremos pertencia ao Rafael, (ôô pessoa desligada kkkkkkk)
    Raphael não nos negou informações e isso é bem legal, disposto a nos esclarecer.
    Amei a entrevista.

    Bjsss

    ResponderExcluir