10 maio, 2018

RESENHA | Feliz Natal, Sully - Jonas Zair

Título: Feliz Natal, Sully - Especial de Natal
Autor(a): Jonas Zair
Editora: Amazon
Páginas: 45
Gênero: Romance policial / Suspense e Mistério
Ano: 2018
Skoob
Nota: 5/5 + favorito
Ebook cedido pelo autor
Sinopse: O detetive Sullyvan está de volta!
No especial de natal "Feliz natal, Sully" O detetive vive uma nova aventura que se passa 10 anos antes dos acontecimentos do livro "Relatos de sangue - A fórmula de um psicopata." Duas crianças desaparecem no mesmo dia e em locais diferentes de forma misteriosa, deixando os pais desolados e desesperados. A unica pista são imagens de um papai noel suspeito conversando com elas, antes dos desaparecimentos. Sully, começa uma luta contra o tempo para conseguir achar a ligação entre os sequestros e as motivações do raptor para salvar a vida das inocentes crianças antes que seja tarde. Em plena véspera natalina, Sully irá descobrir que existem coisas muito piores que perder a ceia de natal!
Em Feliz Natal, Sully vamos acompanhar Sullyvan em uma busca intensa, onde a vida de duas crianças podem estar por um fio.



Temos aqui um Spin-off de Relatos de Sangue (resenha aqui), a história se passa 10 anos antes de acompanharmos Sully em Relatos;
Tudo começa uma semana antes do natal, e Anderson está muito empolgado, pois a festa será em sua residência, ele será o grande anfitrião da noite tão esperada. Não satisfeito com toda a decoração atual de sua casa, ele sai com sua filha Jade, de 6 anos para comprar mais luzes.
Chegando ao hipermercado, após encher seu carrinho, Anderson encontra um conhecido, e se distrai, nisso Jade se distância, e começa a procurar pelos eletrônicos, ela gosta tanto de vídeo games, e pediu um para o Papai Noel, mas ao ver o Papai Noel na sua frente fica feliz, e não pensa duas vezes antes de ir com o 'estranho', e agora é tarde demais, Anderson se desespera, o Detetive acredita que pode ser uma ceita, mas mais uma criança some. O que aconteceu com elas? Quem é esse Papai Noel tão misterioso? Como nosso Detetive vai lidar com essa situação?

"Anderson olhou ao seu redor e só então percebeu que Jade não estava perto. Ele sentiu um grande calafrio percorrer sua espinha;"

Eu li Feliz Natal, Sully antes de ler Relatos de Sangue, e foi uma experiência unica, porque quando comecei Relatos já entendia um pouco da mente do nosso detetive, e até algo que incomodou ele e foi revelado no final de Feliz Natal, então se você não leu Relatos ainda, leia esse antes, caso contrário leia assim mesmo haha


" - Nunca me pergunte isso novamente, é claro que estamos errados, mas não me faça sentir mal com minhas decisões, funciona melhor quando não me lembram disso."

Eu já disse que o Jonas é meu autor favorito? Já né? Posso repetir? Porque mais uma vez ele entregou uma história de tirar o fôlego, um enredo tão bom que não posso colocar defeito em uma vírgula sequer.
O Sully mostra que a 10 anos atrás já tinha uma personalidade forte, e eu tenho um carinho especial por Feliz Natal porque é passado ao leitor um pouco da essência do Sully, um lado mais íntimo, descobrimos algo que nem imaginamos em Relatos de Sangue.

"-Esse mundo é uma merda, detetive, ninguém se importa com ninguém, apenas com si mesmo."

A narrativa prende, senti a adrenalina, as emoções e o medo daquelas crianças; Os personagens são bem desenvolvidos, e eu senti tanta raiva de um personagem, que eu queria um final diferente para ele, mas a justiça sempre é feita né ou quase sempre, e esse mundo é uma merda.
O autor colocou um assunto no livro que está muito presente na nossa realidade, na verdade sempre esteve, mas hoje em dia está ganhando um destaque maior, um assunto que precisa ser falado, e que deixa uma mensagem forte ao leitor.

Sério, só leiam, e depois me contem o que acharam, mas antes, me conta uma coisa aqui nos comentários: Você acredita em Papai Noel?

Imagem retirada do google

Instagram do Autor | Loja | Aonde Comprar: Amazon  

Feliz Natal Beijos

19 comentários

  1. Esse tipo de coisa que me faz sentir que tudo vale a pena! Muito obrigado por essa resenha linda! E sobre ser seu autor favorito, nossa, ainda não sei como lidar com isso! haha. Muito obrigado mesmo!

    ResponderExcluir
  2. Oi, Aline.

    Pelo visto, o tal Papai Noel, veio para aterrorizar, né? Ainda mais em uma época do ano como essa, festiva. As motivações é que deixa o mistério em pauta, juntamente com a curiosidade.

    Não acredito em Papai Noel. Quando era criança, sim, até uma certa idade.

    ResponderExcluir
  3. Nunca acreditei em papai Noel, mesmo enquanto criança! Mas adoraria um Natal macabro! Haha

    Resenha excelente como sempre e me deixou mais ansioso para ler. Concordo plenamente que o Jonas é foda, Relatos foi uma leitura única!

    ResponderExcluir
  4. Oi Aline!
    A capa dar uns ar bem sombrio e macabro mesmo a história, mas como não sou fã desse gênero eu não leria. Adoreeeei a resenha. Bjs

    ResponderExcluir
  5. Mais um livro de suspense resenhado aqui no blog, e este é tão interessante para quem gosta do gênero, quanto os outros. Acho que agora sempre que chegar o natal vou ter um certo medo dos Papais Noéis de Shopping, não vou mentir, haha.
    P.S. eu não acredito em Papai Noel, nem nunca acreditei, porque minha família não tinha o costume de comemorar o Natal.

    ResponderExcluir
  6. Lendo a resenha tranquilamente quando me aparece esse papai noel mais aqui no final e eu levo um belo susto kkkkkk
    A resenha ficou incrível e me deixou super curiosa com toda essa história. Só de ler senti na pele o arrepio de Anderson quando não achou Jade e me imaginei vivendo isso (coração chega a doer).
    Deixei de acreditar em papai noel desde criança, mas se ainda acreditasse deixaria disso nesse exato momento hahahaha
    Amei a resenha, beijos!!

    ResponderExcluir
  7. Primeiramente quero dizer que amei a resenha...e falar que esse papai Noel me deu arrepios ainda mais que tenho "medo" deles kkk
    E desde criança não acredito em papai Noel
    Fiquei super curiosa pra ler e saber tudo completinho ♡

    ResponderExcluir
  8. Ai, adoro livros de suspense, ainda mais quando é recheado de emoções e reviravoltas e suspenses! Gente, quero demais ler esses dois livros! Não conhecia nenhum deles e sei que também vou amar. E parei de acreditar no Papai Noel ainda na infância!

    ResponderExcluir
  9. Gente, morri de medo dessa capa! KKKKK Sério mesmo, se fosse por ela, nunca que pegaria esse livro! Mas achei interessante seu resenha, e vou dar uma chance pro livro!

    ResponderExcluir
  10. Eu já estava querendo ler Relatos de Sangue já faz algum tempo... e eu ainda não li, nem sabia que tinha uma spin-off (estou surpresa). Então como você disse ler primeiro a spin-off e eu pretendo fazer isso e assim ler o livro. Nossa gostei bastante da resenha, me deixou muito curiosa e surpresa kkk.

    ResponderExcluir
  11. Gente do céu, se eu leio um livro desses nunca mais consigo ir no shopping na época de Natal porque se encontrar um papai Noel saio correndo! hahahahahah

    Mas, mesmo com medo, a história parece ser bem interessante. Minha mãe ama livro de terror, vou mostrar pra ela.

    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Olá! Confesso que além de não acreditar em Papai Noel, sempre tive muito medo dele (tenho até uma história triste na minha visão, mas cômica para os meus irmão envolvendo um). Apesar de fugir desse tipo de leitura, fiquei bem curiosa em conhecer mais sobre a história do detetive e descobrir qual será o desfecho desses desaparecimentos.

    ResponderExcluir
  13. Olá Aline
    Provavelmente se eu ler esse livro, vou ficar com trauma.

    ResponderExcluir
  14. Eu acreditei em Papai Noel até os seis anos, embora houvesse uma parte de mim que não realmente acreditasse.

    Gosto que o livro seja realista e embora dura, a última citação descreve realmente como as coisas funcionam.

    ResponderExcluir
  15. Olá, Aline!
    Quando era criança até os 8 anos acreditei em Papai Noel, meus pais nunca fizeram nada de especial com a figura do bom velhinho e minha mãe fazia questão de dizer que o Papai Noel tinha deixado o presente.
    Obrigada por trazer seu autor favorito com uma resenha maravilhosa. Espero ter a oportunidade de ler.
    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Oi Aline.
    Sempre gostei de histórias natalinas, macabras ou não, desde pequena. Errado, não? kkk

    ResponderExcluir
  17. Olá !
    Não, não é não!
    Não é uma leitura pra mim, natal na minha vida é algo tão signicativo que prefiro deixar assim mesmo, de coisas macabras quero distância.
    Bjs

    ResponderExcluir
  18. Ai já gostei, uma boa investigação kkkkkkk
    Não conheço o autor, é bom saber q existe o conto e quebra uma bela história só pra aguçar minha curiosidade kkkkkkk
    Acreditava em papai noel só na infância, mas teve uma época já novinha q sabia q meu papai e mamãe noel erma meus pais e avós kkkkk

    Bjsss

    ResponderExcluir
  19. Eu tenho medo de papai noel até hoje
    sua resenha está linda
    gosto quando tem investigação
    me deixou muito curioso para saber o que vai acontecer em seguida

    ResponderExcluir

Copyright © 2018 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo