04 dezembro, 2018

GAMES | Mass Effect - Um prato cheio para os amantes de RPGs!

Bom dia, tudo bem com vocês?
Faz algum tempo que quero falar sobre jogos aqui no Lost Words. Então chamei o Daniel para dar as honras do primeiro post sobre games. Vem conhecer Mass Effect:


"No ano 2183, a humanidade dominou a habilidade de viajar pela galáxia a velocidades mais rápidas que a luz, colocando-a em contato com várias raças alienígenas. Agora, a humanidade luta para encontrar seu lugar nesta grande comunidade galática.
Essa é a premissa de Mass Effect, jogo desenvolvido pela Bioware e publicado pela Micro-soft Studios para Xbox 360 em 2007, e, em 2008, portado para o PC e então publicado pela Eletro-nic Arts.
O jogador assume o papel do(a) comandante Shepard do Exército da Aliança dos Sistemas e que pode ter sua aparência, gênero, histórico e classe personalizados.
São seis classes ao todo, sendo elas: Soldado, que é especialista em combate, Engenheiro, que é especialista em tecnologia, Adepto, que é especialista em biótica, Infiltrador, que mescla combate com tecnologia, Vanguarda, que mescla biótica com combate e Sentinela, que mescla biótica com tecnologia. Essa, na minha opinião, é a única falha do jogo, já que as classes não são muito bem equilibradas, pela demora muito grande na recarga das habilidades, classes focadas em habilidades acabam ficando em desvantagem.
Apesar de só poder comandar Shepard, o jogador também conta com a ajuda de um esquadrão de seis personagens em sua jornada, cada um com sua história, motivação e habilidades. É possível levar dois deles para as missões. Dependendo das decisões tomadas pelo jogador, alguns podem morrer ao decorrer do jogo.


Falando em decisões, o jogo possui um sistema de diálogos em que o jogador pode escolher o que responder, sendo separado entre respostas mais cooperativas, neutras ou agressivas. Dependendo do tipo de respostas escolhidas, Shepard pode trilhar o caminho Virtuoso ou Renegado.
Como todo bom RPG, existe uma infinidade de equipamentos para serem usados, tanto em Shepard quanto em seus companheiros de esquadrão. As armas são separadas em psitolas, rifles de assalto, rifles de precisão, espingardas e granadas, enquanto as armaduras são separadas entre leves, médias e pesadas. O uso de certos tipos de armas e armaduras dependem da classe do personagem.
Em termos de jogabilidade, Mass Effect é um jogo de tiro em terceira pessoa com sistema de cobertura. Durante os combates é possível dar algumas ordens para os membros do esquadrão, como ir para algum lugar, atacar um inimigo ou usar uma habilidade. Em algumas missões é possível usar um veículo chamado Mako, também usado na exploração de planetas.
O enredo de Mass Effect começa com Shepard sendo chamado para uma missão em Eden Prime, um planeta colonizado pelos humanos, aonde é encontrado uma relíquia proteana milenar. Em seguida o planeta é invadido por uma raça alienígena chamada Reapers. Durante a missão, o turiano Nihlus, que estava supervisionando a missão, é assassinado por um outro turiano, Saren, que tem seus próprios planos para o uso da relíquia. Então, cabe a Shepard desmascarar Saren e descobrir quais são os seus planos.
Com um enredo cativante, um universo denso e detalhado, personagens profundos e uma vasta gama de opções para personalização dos personagens, Mass Effect é um prato cheio para os amantes de RPGs e/ou ficção científica. Certamente um dos meus jogos favoritos de todos os tempos."

Por: Daniel Miranda
@danie1miranda

11 comentários

  1. Esse jogo era muito bom. Eu tinha para Xbox 360, mas acabei jogando apenas parte do primeiro. Fico triste que não consegui jogar os outros. O do Ps4 dizem que só tem bug kkkk

    Abraço.

    ResponderExcluir
  2. Gente! Faz muito tempo que não jogo RPG - e acho que nunca joguei RPG em videogame! Deu até vontade agora. Adorei a temática (colonização interplanetária), e eu provavelmente escolheria o caminho dos renegados. kkkk
    Me lembrou também o Jogador nº1. Não tem nada a ver com RPG, mas tem essa pegada de ficção científica que adoro.

    ResponderExcluir
  3. Eu não jogo, mas já joguei a muito tempo atrás, mas não eram jogos assim, eram mais diferentes, mas parece ser interessante esse universo e suas armas. Achei bem legal o jogador poder escolher o que dizer, cada vez mais os jogos ficam evoluídos.

    ResponderExcluir
  4. Gosto muito de jogos, tenho até um xbox, mas não conheço esse jogo.
    Já joguei muuuuito RPG na época escolar hahaha jogava mais RPG de terror e ficção. Er muito legal! Sdds
    Achei bem legal esse game, diferente pra mim pois nunca joguei rpg em vídeo game, deve ser tão bom quanto pessoalmente, da tempo de pensar pra fazer as escolhas, sem pressão dos amiguinhos hahaha

    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Então nunca joguei RPG na vida depois de assistir Stranger Things comecei a pesquisar um pouco sobre o universo é bem interessante eu gostei bastante da premissa dessa me lembrou um filme que assisti (não me lembro o nome), mas tenho certeza que foi adaptado de um jogo, e me lembrou de tropas estrelares, mas acredito que deva ser um ótimo jogo, pena não ter tempo para jogar, obrigada pela dica!

    ResponderExcluir
  6. Que legal esse novo quadro.
    Eu gosto de jogos, mas faz tempo que não jogo e nem sei o que anda rolando nesse universo.
    Esse jogo parece bem interessante.

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Oi, Daniel
    Adorei esse novo assunto que será abordado aqui no blog.
    Tenho Xbox mas não jogo com tanta frequência, quem domina mesmo nos jogos é meu irmão.
    Esse jogo ainda não conhecia e adorei saber a história por trás dos jogos de humanos viajando mais que a velocidade da luz e ainda colonizando alienígenas.
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Mesmo sendo um universo que não entendo nadinha, adorei poder ver e ler este post aqui no blog! Sei o quanto isso de jogos agrada e muito aos fãs e com certeza, um jogo assim, deve já fazer parte da vida dos gamers!!!
    Beijo

    ResponderExcluir
  9. O jogo parece ser muito bom mesmo!! Todo esse cenário de naves, galáxia é de encher os olhos. Adoro uma boa ficção científica. Agora que estou entrando no universo de games, é uma boa dica de jogo.

    Bjos

    ResponderExcluir
  10. Oi Daniel!
    Gostei muito da sua resenha bem explicada, contando detalhes importantes para os amantes de games e RPG.
    Confesso que não é muito meu estilo, mas estou sempre aberta a novas experiências.
    Um ótimo final de semana!
    “Bendita seja a data que une a todo mundo numa conspiração de amor.” (Hamilton Wright Mabi)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DEZEMBRO - 7 GANHADORES – BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  11. Olá, como não sou muito familiarizado no universo dos games adorei essa nova coluna aqui no blog para acompanhar as novidades. O RPG com certeza atende a todos os requisitos para atrair o público alvo, sendo que os diálogos são uma parte que chama bastante atenção pela possibilidade de escolher o "humor" do personagem ao dar uma resposta, o que é simplesmente demais. Beijos.

    ResponderExcluir

Copyright © 2018 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo