27 março, 2018

RESENHA | Apelidos Carinhosos - Guilherme Olí

Título: Apelidos carinhosos são pessoais e intransferíveis
Autor(a): Guilherme Olí
Editora: Schoba
Páginas: 200
Gênero: Contos / Romance
Ano: 2017
Skoob
Nota: 5/5 + favorito
Livro cedido pelo autor
Sinopse: Uma campanha dentro de um jornal nasce de uma conversa entre amigos que lá trabalham. E, mais do que conhecer a história por trás de apelidos carinhosos, veja como relatos alheios podem mudar a vida de Roberta e Pedro.
Este é um livro de histórias rápidas e leves, para se devorar em poucas horas ou para ler aos poucos!


"...alguns apelidos carregam uma história com eles, sacou? Tô falando daquele apelido que vira um elo com a pessoa que te deu... Aquele apelido que não se usa com mais ninguém, pessoal e intransferível, mais próprio que nome de batismo, tá ligado? ... apelido criativo, engraçado, inesperado, cheio de histórias. E isso vale pra todas as relações, não só pra casal. Pra amigo, irmão, filho, cachorro, gato... E por aí vai."
Oi gente, tudo bem?
Essa resenha vai começar com uma pergunta: alguém ai tem, ou já deu a alguém um apelido carinhoso? Não aqueles apelidos clichês do tipo: mozão, gatinha, anjo; Estou falando de apelidos mesmo, que aconteceram por conta de um momento entre você e a pessoa, ou algo assim. E ai?



Em Apelidos Carinhosos vamos acompanhar Roberta (Beta) e Pedro, eles trabalham no Jornal Infor+, e em uma conversa no bar, Pedro confessa para a amiga que acabou mais um relacionamento, e isso está deixando ele mal, porque nenhum relacionamento dura muito tempo.
É então que Beta coloca sua teoria de Apelidos Carinhosos em prática, Pedro nunca deu nenhum apelido carinhoso para suas namoradas, e acredita que esse foi o motivo dos relacionamentos acabarem.
Pedro acha que Beta está louca, mas ela vai provar que não, eles decidem pedir para as pessoas mandarem histórias de apelidos carinhosos para o Jornal, e Beta vai publicar os melhores.


No livro temos 14 contos que foram enviados para o Jornal.
E entre esses contos temos as conversas de Beta e Pedro, falando sobre os contos, sobre a vida pessoal (o que faz o leitor conhecer melhor os dois), sobre o trabalho, relacionamentos e isso deixa o livro mais dinâmico por conter conversas entre os dois por e-mail, Whatsapp, e as conversas no bar, que eu adorei.


Os Apelidos Carinhosos não são apenas de casais, são sobre desconhecidos, amizade, brincadeiras, e muito mais. Os meus favoritos são: Dercy, Sete a um (sério, o melhor, eu ri muito), Entrão, e Até Amanhã. Cada apelido tem uma história linda ou surpreendente por trás, fazendo a teoria de Beta ter total sentido.

Eu amei muito a leitura, li super rápido, a escrita do autor é leve e faz você se conectar com as histórias de um jeito que surpreende.
A edição está muito linda, como disse ali em cima, tem as conversas entre os contos, e em cima de cada página dessas conversas diz o meio em que foi realizado: Email, Whats, Facebook, Coragem - o bar.
É um livro para ler e reler sempre, relembrar dos apelidos e suas histórias, e das histórias de Beta e Pedrto, quero muito um segundo livro com mais histórias incríveis assim;

Não vou falar muito, nem falar sobre cada conto porque perde a graça na leitura, mas eu indico esse livro para todos vocês, e me conta aqui nos comentários se gostaram da resenha e se tem algum apelido carinhoso?

Beijos!

6 comentários

  1. Oi, Aline.

    Eu, particularmente, achei essa ideia (em relação ao término de seus relacionamentos) e maneira do Pedro pensar muito boba.

    Mas, é uma boa teoria que deu certo, para os personagens... E que pode ajudá-los.

    ResponderExcluir
  2. Gostei bastante da resenha, mostrou bem o formato do livro, e me deixou na vontade de ler, uma leitura lebe e prazerosa, ótima para lhe tirar de uma ressaca.
    A questão dos apelidos carinhosos, varia de pessoa para pessoa, muitos acabam não tendo, como o caso citado, mas é algo legal para qualquer relacionamento, seja ele entre casal ou amigos.
    E eu tenho meu apelido fofo para você, nem preciso dizer! Haha

    ResponderExcluir
  3. Adorei a idéia do livro,apelidos intransferíveis e suas histórias. Confesso minha curiosidade em querer ler. Também gostei da linguagem utilizada,ficou algo mais próximo da realidade e achei uma boa usar linguagem informal como e-mail, Whatss e as conversas de bar. Bem verossímil.
    Na vida real acabamos utilizando esses meios pra nós conversamos entre amigos e família. E que bom que a teoria dos Apelidos Carinhosos de Beta deu certo,poxa Perdto acho que dessa vez você perdeu.
    Quanto meu apelido é Kelly,devido se a forma encurtada do meu nome,Keliane.

    ResponderExcluir
  4. Faz muito tempo que não leio livros de contos, porque estou numa fase tão corrida da vida que as leituras ficaram meio esquecidas na estante, mas achei muito bonitinha a capa e a ideai geral do livro fiquei com muita vontade de ler

    ResponderExcluir
  5. Adoreeeei a resenha, eu me apaixonei por esse desde a primeira vez que vi a capa e a premissa, seria meu sonho conseguir parceria com o autor. Querooooo demais ler esse livro, pois eu tenho certeza que irei amar as histórias. 😍😍😍😍 Bom feriado para você e sua família Aline. Amo suas resenhas e fotos. São minha inspiração. Bjs

    ResponderExcluir
  6. Adorei o título desse livro identifiquei muito e acho que eu me emocionar ia horrores no decorrer da história e eu acho que amei ainda mais esse porquinho da índia que apareceu aí meu Deus do céu que fofura

    ResponderExcluir

Copyright © 2018 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo