27 junho, 2018

ENTREVISTA #31 | Autor Antonio Pimenta


1 - Como você percebeu que queria ser escritor?
Percebi que tinha facilidade de criar histórias quando ainda era criança. Passei por um período desenhando, mesclando imagens e textos. Acho que existem muitas maneiras de se contar uma boa história, nem sempre só com palavras.

2 - Tem algum personagem favorito? Em modo geral ou de seu(s) livros? Se sim, por quê? O que ele significa para você?
Vários personagens favoritos. Sherlock Holmes e Poirot na lista de detetives. Os personagens do Universo de Dragon Ball (Z) me ensinaram que não existem limites para a imaginação. Além de personagens como Luke Skywalker e seu processo de amadurecimento. Algumas pessoas têm histórias tão interessantes quanto alguns desses personagens...

3 - Como foi para você, entrar no mundo literário?
Entrei no mundo literário quando leram para mim um livro chamado Chapeuzinho Vermelho. Decorei a história, e só por acompanhar as ilustrações do livro (não sabia ler nessa época) já sabia o que estava acontecendo. Anos depois estava criando minhas próprias histórias, em algumas o lobo se dá bem, em outras não.

4 - Você faz muitas pesquisas antes de escrever uma história?
As vezes um fato, uma conversa ou observar uma situação traz toda a história a minha cabeça. Sempre que possível pesquiso algo que possa completar, mas no geral são baseadas em experiências e vivências de muitos anos, mais um estalo do momento.

5 - Existem muitas cobranças por parte de seus leitores?
Os leitores esperam boas histórias, torcem por seus personagens favoritos. A morte de um personagem querido pode gerar revolta, mas a punição de outro que era odiado, alívio. Fico espantado de ver como personagens que foram criados por mim, conseguem ganhar corpo na mente de cada um dos leitores, a ponte de se tornarem amigos, inimigos ou mesmo uma companhia por algumas horas.

6 - Fale um pouco sobre sua forma de criação.. Tem alguma mania na hora de escrever?
Antes de escrever, imagino a história, ou parte dela. Quando coloco no "papel" as vezes toma um rumo inesperado. Gosto de conviver um pouco com os personagens, pensar o que eles fariam. Posso dizer que depois que a história está escrita, aquelas pessoas ou criaturas, passaram a existir.

7 - Quais são seus projetos para um futuro próximo?
Tenho uma coleção chamada "Novas Aventuras das 1001 Noites" pretendo continuar expandindo esse universo. Tenho me aventurado no terror, acho que o fato de morar em Belém e estar cercado por uma cultura rica relacionada a lendas e assombrações ajuda bastante (As vezes penso que moro no Maine).

Gostaria de deixar algum recado para os leitores do Lost Words, e para seus futuros leitores?
Gostaria de dizer a todos os leitores do Lost Words que foi um prazer participar da entrevista. Convido a todos a conhecer o meus personagens, como a Rita que fez um jantar para as amantes do marido. Damião que procurava emprego e encontrou algo inesperado. Jorginho que tem medo da palhaça da frente do colégio. Mitsuya que encontrou um livro que finalmente lhe deixou com medo. Dentre outros.

Sobre o Autor:

Autor Paraense com diversos contos publicados na Amazon Brasil.  Começou no mundo das letras com contos de fadas, mas rapidamente passou para o mundo dos quadrinhos, Agatha Christie e Stephen King. Produz um blog com mais de 300 posts sobre livros, filmes e quadrinhos. Mora em Belém e boa parte da inspiração para as suas histórias vem da cidade e seus habitantes.




11 comentários:

  1. Olá, só de saber que o autor tem como inspiração Star Wars e Dragon Ball já fiquei louco para conhecer seu trabalho. Outro ponto positivo é esse projeto em desenvolvimento que contará como pano de fundo a cultura do norte do país, algo que me encanta. Beijos.

    ResponderExcluir
  2. É bom sempre conhecer escritores nacionais e valorizar nossa cultura literária. Bem, sucesso para ele nessa carreira que está cada vez menos valorizada e parabéns pelo que ele conquistou até aqui. Abraços ;)

    ResponderExcluir
  3. Achei legal ele começar com contos de fadas e pelo que entendi, novas versões da chapeuzinho vermelho.
    Fiquei interessada na Rita Kkk me chamou atenção o fato dela fazer um jantar pras amantes do marido, (algo me diz que isso não vai acabar bem).
    Desejo muito sucesso para ele, e tomara que ele consiga expandir o "Novas aventuras de 1001 noites", pois o nome me chamou atenção e achei bem interessante.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  4. Meu Deus que me identifiquei tanto com ele quando ele falou sobre adorar os personagens do universo de Dragon Ball Z Sherlock Holmes identificar com o Luke Skywalker Mas no geral Adorei conhecer mais sobre ele

    ResponderExcluir
  5. Quero muito ler os contos publicados desse autor, bem curioso essa inspiração às lendas locais, pois eu não conheço essas histórias e adoro lendas. E gostei da entrevista, é sempre bom conhecer escritores nacionais e ainda mais um nordestino.

    ResponderExcluir
  6. Acho bastante interessante as entrevistas com os autores porque elas nos deixam conhecer um pouco mais deles e de seu processo de criação. Não conhecia o autor, mas fiquei curiosa quando ele mencionou que um de seus gêneros de escrita é o terror, meu estilo literário preferido. Espero ter a chance de ler algo escrito por ele.

    ResponderExcluir
  7. Olá.
    Foi ótimo conhecer um pouco sobre o autor.
    Acho que muitos iniciaram o gosto pela leitura na infância por contos de fadas e gibis. Eu também gostava de ler esse tipo de história.
    Fiquei curiosa para conhecer o blog do autor.
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Que bom se todas as crianças fossem incentivadas desde cedo no hábito da leitura, talvez poderíamos ter mais autores feito o Antonio. Que interessante a coleção sobre as novas aventuras 1001 noites. Seria ótimo enredos que explorassem as lendas e histórias da região onde o autor nasceu.

    ResponderExcluir
  9. Parabéns por nos apresentar tantos escritores nacionais que a gente não conhecia. Gosto muito das entrevistas e o que estão escrevendo. Obrigada.

    ResponderExcluir
  10. Oi
    Essa coleção sobre 1001 noites é bem interessante, vai ter resenha por aqui Aline?
    Adorei conhecer o autor, desejo muito sucesso
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Não conhecia o autor, e mais uma vez amei conhecer mais um autor nacional! Adorei saber que ele adora os personagens de DBZ, e o Sywalker! Achei super fofinho ele ter decotado a história da chapeuzinho vermelho só pelas ilustrações, isso prova que o amor pela literatura vem de cedo, e não é exatamente pelas palavras!
    Sucesso para o autor!

    ResponderExcluir