04 fevereiro, 2019

RESENHA | O Relatório de Brodeck - Manu Larcenet

Título: O Relatório de Brodeck
Autor(a): Manu Larcenet
Editora: Pipoca & Nanquim
Páginas: 332
Gênero: Drama / Ficção / HQ, comics, mangá
Ano: 2018
Skoob
Nota: 5/5 + Favorito
Sinopse: Brodeck, recém-saído de um campo de concentração após o término da Segunda Guerra Mundial, regressa ao seu povoado, próximo à fronteira com a Alemanha. Certa noite, ele chega ao armazém local no momento em que os homens de sua aldeia acabaram de cometer um assassinato brutal. Por ser um escriba, é obrigado pelos outros a fazer o relatório sobre o ocorrido. Enquanto aprofunda sua investigação, Brodeck faz perigosas e chocantes descobertas, que podem mudar sua vida e a de outras pessoas de maneira irreversível. Esta impressionante adaptação do premiado romance de Philippe Claudel, um dos nomes proeminentes da literatura francesa contemporânea, é um marco das HQs mundiais. Enquanto Claudel narra os aspectos mais sombrios da humanidade, Larcenet os tinge com a escuridão advinda dos piores horrores que uma pessoa pode enfrentar. O Relatório de Brodeck já se firmou como um dos maiores exemplos do poder de expressão da arte dos quadrinhos. A edição da editora Pipoca & Nanquim traz a obra completa em um volume de 332 páginas, no mesmo acabamento do original, com capa dura e formato widescreen, acompanhada de uma caixa protetora para conservar o livro em pé em sua prateleira.

A Segunda Guerra Mundial acabou, os momentos no campo de concentração ficaram para trás, agora Brodeck pode voltar para seu povoado próximo a Alemanha. Mas em uma determinada noite, Brodeck chega em um armazém onde acabou de acontecer um assassinato cruel. Sendo o único escriba, Brodeck é obrigado a fazer um relatório justificando a morte do viajante excêntrico.


Acompanhamos nosso protagonista em descobertas chocantes, acompanhamos seus traumas e dores, acompanhamos o desenrolar da história com detalhes sobre as pessoas que habitam o povoado, sobre o passado de Brodeck e sua família. Impossível não se comover com uma história tão forte e ao mesmo tempo tão sensível e comovente. Os traços escuros levam o leitor a um local gelado, e melancólico. A narrativa é brilhante, e a arte impressionante, os momentos de silêncio são os mais marcantes. Brodeck é um personagem que vou levar para a vida, mesmo tendo lido essa HQ a mais de uma semana, seus desenhos e história estão em minha mente até esse momento, me pego pensando em tudo o que aconteceu. Uma história crua e mais real do que podemos imaginas.



A edição está em um capricho sem igual, o exemplar mais lindo da minha estante. Em cada novo trabalho do Pipoca & Nanquim fico mais admirada de ver o tanto de amor que eles colocam no que fazem. A HQ vem em uma 'caixa' facilitando seu encaixe na estante.

Indico para todos, mas se preparem para ver o pior lado do ser humano.

Aonde Comprar: AMAZON

Beijos!

15 comentários

  1. Olá Aline!
    Realmente é uma edição e tanto, pra leitor nenhum botar defeito. A iniciativa de criar uma HQ que conte uma história fundamentada na época da Segunda Guerra ajuda a disseminar os acontecimentos nela ocorridos para os mais diversos públicos. A história mostra que apesar de todo o horror ter supostamente terminado o personagem principal ainda tem que conviver com as cicatrizes e brutalidades da Guerra. Um enredo dramático que promete chocar o leitor.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Bela edição, bem caprichada. Parece ser uma historia bem sofrida daquelas que abala as estruturas, que papel difícil do personagem voltar da Guerra e ter que relatar esse assassinato cruel, Acompanhar o desenrolar da trama deve dar uma angustia, pois sabemos o quanto as pessoas são cruéis e mais um pouco.

    ResponderExcluir
  3. Mesmo ainda não sendo tão adepta do gênero, não há como negar que os olhos brilham quando vejo algo tão bonito e não falo só na diagramação desta Hq não, falo também do enredo.
    Mesmo com o fim da Segunda Guerra...fiquei um tempo refletindo sobre isso e só posso dizer, a guerra acabou,mas ela persistiu nos homens e mulheres que viveram ali...e pelo jeito, na vida do personagem também e mesmo que de uma forma diferente, causou ainda estragos!
    Com certeza, se tiver oportunidade, quero conferir!!!
    Beijo

    ResponderExcluir
  4. Gosto muito de histórias que brincam com o tema de segunda guerra e as consequências. Isso já chamou atenção. O tipo de história é uma que precisava ler mais. Achei interessante todos os traumas e coisas sombrias dessa trama. A forma dos desenhos deixa claro isso, parece passar um clima legal assim. É uma dica boa. Leria.

    ResponderExcluir
  5. Olá Aline!
    Aprecio quando os traços de uma HQ conseguem capturar exatamente os sentimentos do personagem, e essa obra parece fazer isso com primor. Brodeck é aquele tipo de protagonista sombrio que rapidamente desperta a empatia do leitor, ainda mais pelo seu passado conturbado em relação à Segunda Guerra Mundial. Todas essas características garantem ao leitor uma leitura que, apesar de ser pesada pelo conteúdo, não desaponta pela qualidade.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Não sei porque mas gosto de histórias que se passam após a Segunda Guerra Mundial, eu mesma escrevi uma história neste mesmo periodo só que se passa em Londres e nao na Alemanha com esta história hehe.
    Gostei muito da resenha Aline, parece se tratar de uma história melancólica repleta de reflexões para a vida, pois presenciar em primeira mão uma guerra não é algo facil, principalmente para o psicológico de qualquer pessoa que passa por isso.
    Percebi que o protagonista é alguém além dos traumas vividos, tenta se manter forte no meio de tudo isso, porque voltar da guerra e depois ter de relatar com precisão um assassinato não é para qualquer um, principalmente quando é algo chocante.
    Adoro histórias em quadrinhos, além de ser uma leitura rápida podemos ver cada passo dado pelo protagonista através da imagens, a editora Pipoca & Naquim realmente fez um lindo trabalho hehe.

    ResponderExcluir
  7. Que linda HQ!! O tema é pesado, já que o personagem deve retratar um assassinato!! Com certeza será exposto o lado ruim dos seres humanos, pois somos capazes de muitas crueldades , assim como de muitas coisas boas!!

    ResponderExcluir
  8. Hq é algo que sempre fica em segundo plano na minha lista, mas essa me chamou muita atenção.
    Gostei do fato de ser depois da Segunda Guerra, gostei desse tom melancólico.
    Parece uma boa leitura!

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Oi, Aline!!
    Que edição mais linda, parece ser uma HQ bem interessante mas ao mesmo tempo muito assustadora principalmente com uma história aterrorizante de um assassinato. Enfim, adorei conhecer essa história.
    Bjos

    ResponderExcluir
  10. Nossa, não conhecia a história e já adorei. Achei a edição lindíssima, a capa, a caixa e amei os traços fortes e escuros.
    Fiquei curiosa com essa sua frase final de conhecer o pior lado do ser humano e como Brodeck enfrentou tudo isso após uma guerra. Está na lista!!

    ResponderExcluir
  11. Que resenha impecável do trabalho de Larcenet, parabéns.

    Eu gosto bastante das obras que envolvem a segunda guerra, é hipnotizante. Porém, como o tema é pesado, eu sempre levo muito tempo para começar e terminar de ler.

    Recentemente, li 'A guerra não tem rosto de mulher' e, apesar de ser um livro relativamente curto e de leitura fácil, demorei muito para tomar coragem e iniciar a leitura. Além do tempo que eu passava refletindo após trechos muito impactantes. Acredito que com O Relatório de Brodeck não seja diferente.

    ResponderExcluir
  12. Oi, Aline!
    Confesso que não curto história crua, até evito ler livros que se passam antes e durante a Primeira e Segunda Guerra Mundial, é que sou muito emotiva, e um HQ com história forte e com traços escuros com ar melancólico definitivamente não é pra mim... Abraços!

    ResponderExcluir
  13. Uma edição realmente maravilhosa, um tema bem forte mesmo sou muito emotiva então não leio muito sobre mas confesso que me arriscaria nessa leitura por ser um mangá deve ser uma experiência única.

    ResponderExcluir
  14. Todos os livros que falam sobre a primeira e segunda guerra mundial quero ler, esse parece ser triste e emocionante. Cheio de ensinamentos, dores e emoção.
    Anotado aqui.
    bjs

    ResponderExcluir
  15. Estou louco por essa HQ, tenho quase todos os títulos da editora e são as edições mais lindas que já vi. Fiquei curioso para saber o que acontece com Brodeck, e mais ainda para conhecer essa obra de arte.
    Vlw

    ResponderExcluir

Copyright © 2018 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo