ENTREVISTA COM AUTORES #93 | Autor Fábio Hingst

by - segunda-feira, setembro 21, 2020

 

1 - Como você percebeu que queria ser escritor(a)?
No momento em que finalizei o livro O Hobbit, de J. R. R. Tolkien, peguei uma folha em branco e comecei a redigir a minha primeira narrativa, que culminou para, um dia, se tornar a Saga do Elly, meu magnum opus literário, a grandiosa série de livros de fantasia épica que pretendo escrever (fora outros projetos paralelos também)!

2 - Tem algum personagem favorito? Em modo geral ou do seu(s) livro(s)? Se sim, por quê? O que ele significa para você?
Um dos meus personagens favoritos da história da literatura, com certeza, é o Tyrion Lannister, que nos mostra como o intelecto pode te fazer ser o maior jogador político da Guerra dos Tronos, no Mundo de Gelo e Fogo. Tyrion mostrou a mim que é possível orquestrar a trama de um personagem carismático, bem-humorado e humano em tramas políticas que, a priori, soariam chatas à maioria das pessoas.
Nos meus livros, o personagem que eu mais gosto de escrever é o Rakon, o drokon nascido na cidade de Enior, no Reino de Ellos, localizado nas Planícies Secas, pois este possui um background complexo e toma decisões impulsivas e  lideradas por sua ira interminável, o que me dá possibilidades praticamente infindáveis de desfechos.

3 - Como foi para você, entrar no mundo literário?
No início, era uma válvula de escape do meu mundo real, um mero hobbie. Porém, com o passar dos anos, se tornou a minha maior paixão e, com certeza, uma das coisas que me inspira a acordar todos os dias.

4 - Você faz muitas pesquisas antes de escrever uma história?
Com certeza! Talvez, para mim, o que mais me dê trabalho são os momentos de estudo, revisão sistemática e leitura prévia, e a escrita acaba me custando menos esforço, por assim dizer (ainda mais quando se trata de meus romances históricos, onde preciso me ater à História realista, como na minha obra GAIJIN, que conta a história de um samurai deserdado que busca sua vingança, ambientado no Japão Feudal de 1634).

5 - Existem muitas cobranças por parte de seus leitores?
Não só cobranças de terminar logo as minhas histórias mas, também, sobre personagens favoritos que acabam falecendo ao longo da trama! Hahahahahaha

6 - Fale um pouco sobre sua forma de criação... Possui alguma mania na hora de escrever?
Minha grande mania é redigir um rascunho horroroso no papel, com tópicos super generalistas, antes de começar a escrever um capítulo. Isso é uma mania que me ajuda muito a não perder as estribeiras e me manter nos trilhos dos objetivos e desfechos!

7 - Quais são seus projetos para um futuro próximo?
Para o futuro, pretendo dar sequência à Saga do Elly, após o lançamento do primeiro volume (A Ameaça Esquecida), e finalizar o volume 2 da série: Sombras da Morte (que, no caso, a Saga já tem 6 livros programados). Bem como, ainda vou lançar a Duologia de Wellfare, sendo elas "Homens Sórdidos" e "Damas Audazes", que serão livros que acontecem ao mesmo tempo, num universo completamente diferente do da Saga. Também, pretendo escrever um romance histórico ambientado no Japão Feudal, organizar uma Antologia com outros autores próximos, com temáticas de RPG de Mesa, me aventurar na história brasileira ao escrever uma ficção histórica no Período do Ouro, lançar romances de ficção científica de um possível distópico brasileiro atrelado à temática punk e outros projetos escusos...

Gostaria de deixar algum recado para os leitores do Lost Words, e para seus futuros leitores?
Eu gostaria de agradecer a você que leu até aqui, à Aline pelo convite generoso para esta entrevista espetacular e, também, lanço um convite a todos! Visitem a minha página do instagram (@fhhingst) e meu Wattpad (@FabioHingst1) para acompanhar a minha jornada de escritor e não perder nenhuma novidade relacionada aos meus universos e histórias malucas! Dêem uma chance e garanto que valerá a pena!

Sobre suas obras:


Sinopse: Doze são os homens sórdidos.
Eis uma densa coletânea de relatos sombrios, acerca de homens comuns, de ladrões miseráveis, mendigos imundos, nobres pomposos a cavaleiros gloriosos, ao enfrentar de frente o desconhecido, encarar segredos obscuros e perigos sinistros há muito negados pela civilização, afundados na mais profunda escuridão.
Histórias inseridas em realidades deturbadas e sangrentas mostrarão a você os limites da sanidade e da loucura.


Sinopse: Em tempos difíceis, o povoado nortenho sofre ataques de uma ameaça há muito esquecida, emergindo das sombras do passado, aniquilando vilas e cidades. O Krôm de Kerion, então, envia uma comitiva de espiões de elite a fim de investigar o inimigo, enquanto prepara suas tropas para o que pode se tornar um dos maiores conflitos da história, podendo envolver todas as civilizações do Continente.
Mais ao Leste, um drokon luta pela sobrevivência, inserido em uma realidade conturbada e hostil. Cercado de militares corrompidos e líderes corruptos é obrigado a deixar sua conduta de lado para se salvar.
Na mesma época, nas profundezas dos mares do Sul, os tritões planejam sua vingança contra os vídicos, que os impediram durante séculos de prosperar em terra firme.
Ainda no Norte, uma pequena groll busca libertar-se de seu Mestre, que invade sua mente e a força a cometer atos terríveis.
Inicia-se um desequilíbrio em Vhalos, quando a violência passa a derramar o sangue dos inocentes, maculando as terras antes pacíficas, em prol do orgulho e da loucura instalados em seus Reis e Rainhas.
Apenas ele, o Elly, pode restaurar o equilíbrio.

Sobre o autor:


"Meu nome é Fábio Henrique Hingst Fabri, tenho 23 anos, moro na cidade de Sorocaba, em São Paulo, sou formado em Medicina Veterinária pela UNESP de Botucatu e, atualmente, estou cursando mestrado.
Sou escritor há 10 anos e desde os 14 escrevo uma série fantástica de ficção medieval, nos moldes de As Crônicas de Gelo e Fogo e A Crônica do Matador do Rei, de nome "A Saga do Elly", sendo o primeiro volume "A Ameaça Esquecida".
Atuo, também, em projetos paralelos, como num romance histórico ambientado no Japão Feudal, no ano de 1639 (GAIJIN), em duas antologias que contam a história da retomada da fictícia Província de Gatesby, por meio de 24 personagens principais distintos (Homens Sórdidos e Damas Audazes).
Venha mergulhar nas minhas histórias complexas e escritos de imersão ímpar!" - Fonte


Gostaram? Querem resenha? Me conta nos comentários <3
Beijos!

Você também pode gostar desses posts:

1 comentários