13 março, 2018

RESENHA | A Casa de Penhores - David A, L Machado

Título: A Casa de Penhores
Autor(a): David A, L Machado
Editora: Machado Store
Páginas: 136
Nota: 5/5
Sinopse: Você já teve um sonho tão esquisito que não conseguia explicar como foi?
Wallace um ilustre cientista mora com a sua irmã Julia em sua Casa de Penhores, uma casa que fica perto de uma cidade um tanto quanto peculiar.
Mas a morte do Bartolomeu o coelho de sua irmã faz com que coisas estranhas comecem a acontecer, o Sol não nasce mais, deixando apenas a luz da lua no céu e uma loucura começa a pairar na cidade.
Wallace começa a fazer planos para trazer o coelho do mundo dos mortos, no entanto uma visita indesejada faz com que seus planos mudem drasticamente.
Gosta de livros com ocultismo, alquimia, experimentos, e robôs que não param de beber? haha, então A Casa de Penhores é o livro certo para você.


Bartolomeu - o coelho, morreu, e Julia irmã de Wallace está e uma situação lastimável.
Wallace é um cientista, não tão bom podemos dizer, afinal ele mora afastado da cidade por ter cometido alguns erros. Ele é o dono da Casa de Penhores. E vai fazer o que for preciso para trazer Bartolomeu do mundo dos mortos.



Wallace recebe uma visita inusitada, que trás com ele um cérebro que sofreu uma lobotomia e peças de um robô. Wallace faz uma troca, e então seus experimentos começam a acontecer.
Mas ressuscitar alguém dos mortos não é algo simples, e desde a morte do coelho a cidade está cada vez mais estranha, não existe sol, somente a luz da lua, mas só Wallace parece reparar nisso.
Coisas ainda mais insólitas vão começar a acontecer após seus experimentos, e alguém um tanto peculiar vai entrar nessa história. Mas Wallace vai conseguir ressuscitar Bartô? A cidade vai voltar ao que é considerado normal? Leia!


A Casa de Penhores é o primeiro romance do autor, e é todo ilustrado por ele também, inclusive essa capa linda que ao terminar o livro e identificar os personagens nela me fez sentir ainda mais nesse mundo peculiar.
O livro é composto pela história principal, e mais dois contos no final, deixando a entender que pode vir um novo livro por ai, nem preciso dizer que já quero né?
Temos algumas ilustrações no livro, que remete muito bem ao gênero e são bem psicodélicas como vocês podem ver na foto acima.

"A ignorância humana é mais forte do que o conhecimento."

Esse livro precisa ser avaliado como um todo, os personagens são muito bem elaborados, a trama é excelente e o autor sabe trabalhar muito bem com os assuntos que citei no decorrer da resenha. Essa questão de alquimia e ocultismo é algo surreal no livro.

"Não pertenço a um espaço e tempo, não pertenço a nenhuma realidade, eu estou presente em tudo e ao mesmo tempo a nada."

Lembrando que o livro se passa em 1487, mas é uma cidade fictícia, e sim, temos energia no livro, e muita cerveja, na verdade as cenas em que temos os personagens bebendo são minha favoritas, principalmente nosso Ciborg (robô com cérebro humano) que 'ressuscita' e é o protagonista das cenas mais engraçadas. Mas também temos seres/mostros/entidades muito macabras, então é uma história para ninguém colocar defeito!

Gostaram? A edição está linda, uma das mais bonitas da minha estante, adoro o ar de horror que ela passa. Me conta aqui nos comentários se vocês gostaram da resenha <3
Em breve entrevista com o autor. 

Beijos!

5 comentários:

  1. Oi Aline, que massa esse livro. Acho tão bom história que contenham ilustração, para mim dá vida ainda mais a imaginação do leitor. Eu não conhecia a autora e essa obra. Achei bem interessante. 😆

    ResponderExcluir
  2. Oi, Aline.

    Bom, acho que essa tentativa do Wallace em querer trazer o coelho de volta à vida pode gerar consequências.

    ResponderExcluir
  3. Sendo bem honesta fiquei um pouco confusa com essa história, é sobre animais ou pessoas? Acho que tô meio perdida mesmo! Ou talvez seja porque estou meio cheia de coisas da faculdade na minha mente e nao consegui captar tudo da resenha, mas achei os desenhos lindos!

    ResponderExcluir
  4. Até gosto de livros que envolvem alquimia e coisas do tipo e eu tinha visto ele em algum outro blog sendo recomendado Mas ela me lembra qual e foi até bom porque agora me lembrei o nome do livro e vou dar uma procurada e depois quem sabe eu até compro e eu adorei os traços do livro

    ResponderExcluir
  5. Adorei o fato do livro ser todo ilustrado pelo autor e posso de dizer que me causou um certo interesse dem ler.
    No fim das contas,passei a achar que que o coelho podia ser um tipo de ser encantado,já que sua morte desencadeia uma série de acontecimentos estranhos na cidade e espero que Wallace se saia bem em seu propósito.

    ResponderExcluir