21 maio, 2019

RESENHA | Mundo em Caos - Patrick Ness

Título: Mundo em Caos
Autor(a): Patrick Ness
Editora: Intrínseca
Páginas: 480
Gênero: Distopia / Fantasia / Ficção científica
Ano: 2019
Skoob
Nota: 4,5/5
Livro cedido pela Editora
Sinopse: Em um mundo pós-apocalíptico, uma infecção rara e perigosa causou o inimaginável: a morte de todas as mulheres. O mesmo germe fez com que os pensamentos dos homens se tornassem audíveis, e agora o caótico Ruído está por toda parte. É impossível guardar segredos no Novo Mundo. Todd Hewitt é o único garoto entre os homens da cidade de Prentisstown, e mal pode esperar para se tornar um deles. No entanto, o lugar esconde algo grave, capaz de mudar o futuro de Todd e do Novo Mundo para sempre. A apenas um mês de se tornar homem, um segredo impensável é revelado, e ele se vê forçado a fugir antes que seja tarde demais. Acompanhado por seu fiel escudeiro, o cachorro Manchee, ele empreende uma jornada repleta de perigos e se depara com uma criatura estranha e silenciosa: uma garota. Mas quem é ela? E por que não foi morta pelo germe como todas as mulheres?
Publicado em mais de trinta países, Mundo em caos é o primeiro volume de uma distopia perturbadora sobre os laços que forjamos em situações extremas e traz à tona a infinita insensatez humana diante das diferenças. A adaptação cinematográfica da obra terá Tom Holland e Daisy Ridley como protagonistas. A Intrínseca relança em uma edição especial, com tradução inédita e um conto extra, a série que consagrou Patrick Ness como um dos maiores nomes da literatura jovem.
Nesse primeiro livro da trilogia, o autor apresenta um mundo pós-apocalíptico onde uma infecção incomum causou a morte de todas as mulheres, ao mesmo tempo que fez os homens conseguirem ouvir os pensamentos uns dos outros (chamado na história de Ruído). É impossível guardar segredos no Novo Mundo;

Bom, isso foi o que Todd cresceu escutando, Todd é o único garoto de Prentisstown, um povoado pequeno e isolado, podendo ser o único que ainda existe no planeta. Nosso protagonista não vê a hora de se tornar adulto, e falta um mês para isso acontecer, pois ele se aproxima dos seus treze anos. Mas Prentisstown esconde algo delicado, capaz de mudar tudo.



Em uma passeio com Manchee (seu cachorro) até o pântano, Todd se depara com uma área de silêncio, sem o famoso 'Ruído', Todd estranha isso e após investigar acaba encontrando uma garota escondida, ela foge de Todd. E agora ele sabe de algo que pode colocar sua vida em risco, então Todd foge. 
Todd vai perceber que sua vida foi uma grande mentira, e agora precisa aprender a sobreviver, amadurecer e ser forte mesmo estando confuso e com muita raiva.

Wow, que leitura foi essa? Mundo em Caos foge totalmente da mesmice, é uma história criativa, com uma trama bem desenvolvida, personagens cativantes e reviravoltas a todo momento.
O ritmo é frenético, todos os capítulos terminam com um gostinho de quero mais, é impossível parar a leitura sem descobrir qual vai ser a próxima revelação.

Todd é um personagem muito bem caracterizado, o autor fez mesmo uma personagem com apenas doze anos, ele é imaturo, toma muitas decisões erradas e pela falta de estudos é despreparado para tudo; mas é incrível ver a evolução dele no decorrer da história, as suas descobertas e o modo como amadurece sem exageros. E não posso deixar de citar o Manchee né?! Seu fiel companheiro que me conquistou assim que apareceu. Não sei lidar com cachorro em histórias gente <3

Eu já tinha lido um livro do autor, mas ele se superou em Mundo em Caos, a narrativa é fluida e ele ainda faz criticas ao fanatismo religioso, ao preconceito das pessoas e também à ambição.

A edição conta com corte colorido, capa envernizada, e diagramação cuidadosa.

Beijos!

8 comentários:

  1. Fiquri imaginando um mundo como esse,sem mulheres e homens tendo seus segredos revelados, seria estranho!! Só pela resenha podemos ter um gostinho do livro e de como foi bem elaborado!! Já quero saber qual o segredo que cerca o personagem e porque teve que fugir,pois acho que não tem só a ver com a menina que ele encontra!!

    ResponderExcluir
  2. Como desejo ler este livro! Amo distopias e desde seu lançamento, este livro tem dado o que falar.
    Seja pela história que bem remete a algo já citado antes, isso do vírus detonando tudo, de um mundo sem mulheres(já li isso antes),mas trazendo um personagem tão jovem, fazendo sim, as melecas que uma criança faz, mas mesmo assim, apresentando o desenvolver deste personagem.
    Lerei!!!
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Gostei mas não gostei tanto desse livro pra ler agora. Achei legal a ideia da história, é bem louco isso das mulheres sumirem e tal. E do garoto narrando as coisas, os segredos que vai descobrir e perigos e etc. Isso chamou atenção. Mas acho que ainda esperaria mais livros pra ver se vale a pena mesmo ler. Alguma coisa nele não chamou tanta atenção assim, sei lá. Gostei do estilo e parece ter um ritmo legal, apresenta uma história curiosa. Mas ainda espero ver mais de outros dele.

    ResponderExcluir
  4. Seria um mundo em caos mesmo se não existissem mais as mulheres fiquei imaginando isso, leitura interessante e diferente, só de pensar os homens sabendo dos pensamentos entre si, isso também não seria bom, mas por outro lado e em alguns casos seria bem útil. Parece ter muitos segredos nessa historia isso deixa a trama mais envolvente.

    ResponderExcluir
  5. Nunca li nada do autor, mas esse com certeza chama a atenção e vou ler.
    Adorei a capa, e seria realmente um caos se o mundo fosse assim. Fico feliz que a trama foi bem desenvolvida e em breve lerei.

    ResponderExcluir
  6. Achei a premissa bem interessante. Fiquei imaginando um mundo sem mulheres. Seria um caos! Ainda mais com esse Ruído. Escutar pensamento dos outros. Pode parecer bom mas contribuiria para aumentar o caos.
    Imagino qual seja o segredo que Prentisstown esconda.....

    ResponderExcluir
  7. Oi, Aline!!
    Também adoro histórias onde os animais tenham voz e já gostei muito da premissa do livro, principalmente por se tratar de uma história pós-apocalíptica e fico imaginando como seria um mundo sem existir nenhuma mulher e os homens conseguissem ouvir os pensamentos um do outro.
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Desse autor eu li sete minutos para meia noite, e gostei muito. Não sabia desse livro dele, ainda mais se tratando de uma distopia. Como assim um menino de 14 anos já sendo adulto? Passada. Quero ler.

    ResponderExcluir

Copyright © 2019 | Design e Código: Sanyt Design | Uso pessoal • voltar ao topo