RESENHA | Os Mitos de Cthulhu

by - terça-feira, julho 02, 2019


Título: Os Mitos de Cthulhu
Autor(a): Esteban Maroto
Editora: Pipoca & Nanquim
Páginas: 92
Gênero: HQ, comics, mangá / Horror
Ano: 2019
Skoob
Nota: 5/5
Link para Compra
HQ cedida pela Editora
Sinopse: Adaptação de três dos contos mais celebrados do mestre do horror do Séc. XX, A Cidade Sem Nome, O Cerimonial e O Chamado de Cthulhu.
Os portais do nosso mundo foram abertos p/ que os terrores cósmicos nos invadam! E agora a humanidade se encontra indefesa e à mercê de toda sorte de criaturas pavorosas que se originaram nos pesadelos, dimensões alternativas e abismos sombrios que existem secretamente neste e em outros mundos.


Em Os Mitos de Cthulhu, somos apresentados a três contos do mestre do horror cósmico, que exploram de forma funesta o medo do desconhecido; são eles:

A Cidade Sem Nome, que fica em algum lugar do deserto da Arábia, e existe há mais tempo que a humanidade, escondendo vários segredos. Criaturas que vão abalar sua mente, em traços horrípilantes.

O Cerimonial, um conto de Natal ímpio, uma procissão desumana e uma adaptação lúbrica pelas mãos de Maroto. Conta também com a aparição do Necromicon. Sem dúvidas um dos meus favoritos.

E por último, mas não menos importante, temos o conto O Chamado de Cthulhu, aqui adaptada como Os Mitos de Cthulhu, onde a cosmologia está presente, assim como o horror-terror. Um culto para um deus antigo, história dentro de história; um conto magistral.

Estou fascinada por essa leitura, a arte de Maroto casou perfeitamente com a narrativa de Lovecraft, é como se você caísse diretamente para um submundo, sem nenhuma chance de retornar. Seus traços em preto e branco, com sombras e contrastes criam uma atmosfera sinistra, em uma mistura de sonhos e ilusões.

A edição da Editora só destaca tudo isso, como sempre, de forma espetacular. Além dos extras que ajudam a entender a obra, e o quão difícil foi para Maroto retrata-lá, e também notas de edição, os monstros de Lovecraft e biografias.

Leitura mais que indicada, para fãs, ou não.

Beijos!

Você também pode gostar desses posts:

0 comentários