ENTREVISTA COM AUTORES #63 | AUTOR TIAGO LEÃO

by - quarta-feira, novembro 06, 2019


1 - Como você percebeu que queria ser escritor(a)?
Eu costumo falar que eu me tornei escritor antes de aprender a escrever. Dos meus 4 anos de idade até os 14, eu colecionei cadernos cheios de desenhos e aventuras que eu criava. Então, antes de aprender a escrever, eu já contava histórias; eu era a criança da escola cercada de amigos ouvindo as minhas histórias, no fim da aula. Aos 15, descobri que isso era o que me motivava, então migrei dos desenhos e passei a escrever fanfics até chegar ao meu livro, aos 16 anos.

2 - Tem algum personagem favorito? Em modo geral ou do seu(s) livro(s)? Se sim, por quê? O que ele significa para você?
É uma pergunta complicada! Eu amo os meus personagens em igual medida, pois são como filhos. Mas, claro que há aqueles os quais você se identifica mais. Em Lúmens, eu me identifico muito com o Milo, nós somos parecidos de muitas formas. Mas eu também tenho um grande respeito pelo lobo Netuno; ele foi o primeiro personagem da história a tomar forma e tem uma história fascinante! 

3 - Como foi para você, entrar no mundo literário?
Uma surpresa. Eu sempre me vi como um contador de histórias, mas não tinha a pretensão de ser um escritor, a escrita me escolheu e eu a abracei. É engraçado, pois ser escritor é algo que sempre parece admirar as pessoas. É algo fantástico, é claro, criar mundos e personagens. Mas sempre quando alguém me diz: "Uau, você é escritor", eu respondo: "Ah, você também, pois todos contam histórias, só que nem todos escrevem". José Saramago falava isso. Então, é uma profissão linda e cercada de encantos, mas que eu acredito que todos têm o potencial para desenvolver.

4 - Você faz muitas pesquisas antes de escrever uma história?
Depende do livro. Para Saga Lúmens, eu tinha uma base sobre mitologia e folclore, mas muito disso eu descartei e procurei criar um mundo que soasse totalmente novo para mim! Agora, eu tenho um outro livro, um romance histórico, que exigiu de mim uma pesquisa trabalhosa. O enredo se passa no final da República Velha em uma pequena cidade mineira, então tive que ir à cidade, estudar a fundo a história de Minas Gerais, na época. Foi bem divertido, trabalhoso, mas divertido.

5 - Existem muitas cobranças por parte de seus leitores?
Ah, bastante! Como Lúmens é uma Saga, eles sempre ficam perguntando pela continuação. E, claro, todo leitor tem uma relação muito íntima com seus personagens favoritos, então, se faço algo que eles não aprovam, eles reclamam bastante. (risos)

6 - Fale um pouco sobre sua forma de criação... Possui alguma mania na hora de escrever?
Não tenho muitas manias. Mas procuro estar sozinho e em um ambiente silencioso para poder encontrar a conexão com a história. Algumas vezes, se preciso trazer uma emoção muito forte, ouço música, na maioria das vezes, clássica. A música sempre me ajuda a organizar as emoções.

7 - Quais são seus projetos para um futuro próximo?
Eu tenho este outro livro de romance histórico que pretendo publicar, logo. Vai ser uma forma de ter contato com outro público e será uma experiência única! Ainda tem mais dois livros de Lúmens para finalizar, então pretendo dar atenção à Saga, também. 

Gostaria de deixar algum recado para os leitores do Lost Words, e para seus futuros leitores?
Sim! Primeiro quero te agradecer por esse espaço, Aline. E quero convidar a todos para conhecerem "A fabulosa terra de Lúmens", a gente fala muito que as grandes editoras não publicam os autores nacionais, mas isso acontece, porque nós não lemos os nossos autores de fantasia e outros gêneros (com exceção dos clássicos que a escola nos passa). Tem muito autor bom por aqui, a nível dos best-sellers lá de fora, então, vamos dar sempre uma chance para o que é nosso. Valorizando o que temos aqui, as pessoas lá fora, começam a valorizar também. A partir do dia 4 de novembro o meu livro vai estar à venda nas plataformas online. Dê uma chance para Lúmens, eu tenho certeza de que, se você for leitor de fantasia, vai se divertir!

Sobre o Autor:

@fotogr.ame

Apaixonado por livros, gatos e dias frios, Tiago Leão é escritor e jornalista. Nascido na capital mineira, o autor sempre amou contar histórias, o que o levou a escrever o seu primeiro livro – A fabulosa terra de Lúmens – aos 16 anos de idade.

Em sua primeira edição, o livro foi publicado no Brasil e na Europa, no ano de 2014, figurando entre os mais vendidos nos sites das livrarias Cultura e Saraiva. O segundo livro da Saga Lúmens – Escarlate – foi lançado em 2017.

A fabulosa terra de Lúmens é o livro de estreia de Bigorna, selo da Crivo Editorial voltado para o público jovem.


Beijo!

Você também pode gostar desses posts:

0 comentários