31 janeiro, 2019

RESENHA | O Encanto de Lerfreut - Maria Fernanda Baladore

Título: O Encanto de Lerfreut (Prodigium #1)
Autora: Maria Fernanda Baladore
Editora: PenDragon
Páginas: 614
Gênero: Fantasia
Ano: 2018
Skoob
Livro cedido pela editora
Nota: 4/5
Sinopse: Lerfreut é o lar de Everlin e Leonhart, como sua casa e seu eterno abrigo protegido. O país mágico, onde a luz pertence às pessoas boas e as trevas às pessoas más, é controlado pela família DiLux, os famosos Vidaines, encantadores da vida e da morte. Tudo está sob controle até um perigoso acontecimento que desequilibra toda Lerfreut.
As circunstâncias deixam à família duas opções: entrar em guerra ou confiar no estranho intruso em seu país, o jovem Bluwen, que acredita que os gêmeos DiLux são a salvação.
Abordando temas sérios e reais como homofobia, depressão e suicídio, e misturando críticas fortes, frases marcantes e sentimentos vívidos, "O Encanto de Lerfreut" leva fantasia a um mundo falho, onde a busca pela perfeição significa a ruína, e o medo, a tristeza e o preconceito são tão reais quanto seus habitantes.

Como eu estava com saudades de ler uma fantasia de boa qualidade, em uma edição tão maravilhosa quanto a história <3


Lerfreut é uma lugar mágico, onde a luz pertence as pessoas boas, e as trevas as pessoas más. O lado da luz não aceita as pessoas do lado das trevas e vice versa.
Nesse lugar mágico nasceu dois irmãos gêmeos na família DiLux (que por trás de toda a perfeição que aparenta ter, esconde injustiças, e muitos problemas familiares), uma menina e um menino, o menino nasceu com a luz, assim como sua mãe, e a menina com as trevas assim como seu pai. Os irmãos são inseparáveis e se amam acima de qualquer coisa. Mas algo terrível acontece, a escuridão se aproxima, algo que pode desequilibrar o bem e o mal, o que vai acontecer com os irmãos? E com o País de Lerfreut?

Sabe aquela fantasia cheia de realidade? O Encanto de Lerfreut é exatamente assim, uma história envolvente, com o bem e o mal em uníssono, mas isso pode se quebrar em breve, e a salvação pode estar em um desconhecido. Eu adorei conhecer os irmãos Leonheart e Everlin, ele é o herdeiro, totalmente inseguro e esconde sua homossexualidade, já Everlin é o total oposto do irmão, tem fibra e está pronta para tudo, mas sua única preocupação é seu irmão. Eu gostei de ambos de uma maneira única, não concordei com todas suas escolhas, mas entendi. Leonheart vai viver um romance com o ser desconhecido, se isso vai dar certo? Vou deixar vocês lerem para descobrir.

Vários assuntos necessários estão presentes no livro, algo que ganhou ainda mais pontos comigo, aqui você vai encontrar: homofobia, depressão, problemas familiares, e amadurecimento. A escrita da autora é viciante, e nem parece que o livro tem mais de 600 páginas, gostei muito das descrições usadas por ela, e sem dúvidas esse romance em meio a fantasia foi o ponto chave para me conquistar como leitora. Já estou ansiosa para o segundo volume.

A edição da Editora Pendragon está mais uma vez plausível.

Gostaram? Já conheciam esse livro? Me contem!

Beijos!


13 comentários

  1. Olá Aline!
    Um autor faz um trabalho de excelência quando utiliza de seu universo criado para fazer críticas à contemporaneidade, e aqui Maria parece não decepcionar à medida que equilibra de forma eficiente fantasia e realidade. A caracterização dos personagens também parece não deixar a desejar, sendo que o destaque vai para o companheirismo entre Leonheart e Everlin.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Olá Aline!
    O livro me conquistou pela capa bem elaborada que condiz muito com a história. Como uma grande fã de fantasia fiquei curiosa para conhecer esse universo, principalmente os irmãos que parecem tem uma conexão muito forte e mal posso esperar para ver o desenrolar do romance entre Leon e Bluwen. Adoro livros grandes portanto 600 páginas não serão um empecilho. Já adicionai à lista de leituras.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Já adorei a capa trás um ar de mistério no ar hehe. Eita parece ser uma história bem cheia de conflitos entre as personagens, onde a luz e a as trevas novamente travarão uma batalha épica, e fiquei curiosa com o destino dos gemeos e de sua familia e reino. hehe.

    ResponderExcluir
  4. Que capa lindíssima!
    Ainda não tinha visto ou lido nada a respeito do livro,mas como sou fã da nossa maravilhosa literatura nacional e de fantasia, já fiquei babando pelo livro!
    Um enredo fascinante, isso de colocar luzes nas pessoas. E que jogada de mestre, pois a gente vive falando o lado branco da luz, o lado negro da luz(tá, tem a pontinha de Star Wars..rs)
    Mas com certeza, uma história cheia de intrigas, família e reviravoltas.
    Com certeza, o livro vai para a lista de desejados!!!
    Beijo

    ResponderExcluir
  5. Interessante esse livro e a brincadeira com bem e mal e os assuntos relevantes presentes na história podem tornar a leitura bem diversificada e importante. Fantasia me chama atenção fácil e esse livro parece estar cheio de conflitos e problemas que prendem o leitor. Legal a dica.

    ResponderExcluir
  6. 😯
    Gente, já quero!
    Amei a capa e a premissa é bem original.
    Ainda sou nova nesse universo da fantasia, mas está aí uma história que me chamou atenção.
    Gostei desses irmãos.

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Não conhecia esse livro. Adoro fantasia e fiquei interessada e curiosa em saber o que vai acontecer com os irmãos ainda mais por serem tão unidos. Interessante abordar esses temas que estão tão presentes na vida real, torna a leitura mais realista. Fiquei intrigada da mãe se envolver com as trevas no caso o pai das crianças, mas tem que ler para saber como isso aconteceu.

    ResponderExcluir
  8. Esse momento é meu. Amo fantasia e quando vi do que se tratava meus olhos brilharam.

    A magia desses gêneros é algo maravilhoso. E o fato dessa obra tratar de assuntos contemporâneos o torna uma obra bastante especial e realista.

    ResponderExcluir
  9. Amei a capa!
    Gostei da autora ter envolvido tantos assuntos sérios em meio à uma fantasia. Saber que ela não pecou nos assuntos e soube usar a dose certa nisso me encantou mais ainda. Está na lista!

    ResponderExcluir
  10. Não sou muito de ler livros de fantasia mas esse me parece ser muito bom, já que trata de assuntos que se assemelham a nossa realidade e nos fazem refletir de alguma forma!!

    ResponderExcluir
  11. Gosto bastante de livros que traz histórias de fantasia e O Encanto de Lerfreut parece ser uma obra maravilhosa!! Amei a capa e também a resenha, sem dúvida uma excelente indicação!!
    Bjos

    ResponderExcluir
  12. Oi, Aline!
    Um romance em meio a fantasia?! Já fiquei interessada!
    Mas pelos seus comentários acredito que irei gostar mais da Everlin do que do seu irmão Leonheart, curto mais personagens de fibra e que estam prontos para tudo como ela.
    Esses assuntos abondados no livro - principalmente a homofobia, a depressão, e problemas familiares... - com certeza é um ponto positivo pra mim.
    Enfim, valeu pela dica! Abraços.

    ResponderExcluir
  13. O livro realmente parece ser envolvente e maravilhoso, e com todos esses temas fortes abordados em uma fantasia deve ser uma leitura muito boa mesmo já quero conhecer mais a história dos gêmeos.

    ResponderExcluir

Copyright © 2018 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo