20 dezembro, 2018

RESENHA | Guardiões do Louvre - Jiro Taniguchi

Título: Guardiões do Louvre
Autor: Jiro Taniguchi
Editora: Pipoca & Nanquim
Páginas: 140
Gênero: HQ, comics, mangá
Ano: 2018
Skoob
Livro cedido pela Editora
Sinopse: O aclamado mangaká Jiro Taniguchi o convida a conhecer o Museu do Louvre de uma maneira inesquecível. Depois de uma excursão pela Europa, um artista japonês faz uma parada em Paris sozinho, com a intenção de visitar os museus da cidade. Mas, acamado em seu hotel devido a febre, ele enfrenta o sofrimento da solidão absoluta em uma terra estrangeira, privado de qualquer recurso ou apoio familiar. Quando a febre baixa um pouco, ele inicia seus passeios e logo se perde nos monumentais salões do Louvre. Lá, descobre muitas facetas do mundo das artes, em uma jornada que oscila entre alucinações febris e realidade. Ele se vê conversando com pintores famosos de diversos períodos da história, sempre guiado pelos… Guardiões do Louvre.
  
Um artista japonês aproveita sua passagem por Madrid e vai até Paris, mas acaba ficando doente e quando melhora um pouco vai visitar o Louvre. Entre realidade e fantasia nosso protagonista começa a ver aparições, entre elas Nice, uma das Guardiões do Louvre que apresenta o museu de uma forma inusual. Nessa apresentação, nosso protagonista vai conversar até mesmo com Van Gogh, um ensinamento para o leitor.


Um mangá ímpar e impecável, com uma edição em capa dura, sendo a maior publicada no Brasil, colorido, qualidade e sutiliza nos traços com um acabamento perfeito. O final possui notas explicativas sobre fatos comentados na história, e biografias de Corot, Van Gogh... entre outros. 

Aqui o personagem não tem nome, o que me fez mergulhar ainda mais na história, me senti em uma viagem do tempo cheia de conhecimento. A emoção era nítida em cada página. 


O capítulo quatro foi meu favorito, eu gosto muito de ler sobre a Segunda Guerra Mundial e nesse capítulo o autor mostra como foi esconder o acervo do museu dos Nazistas, o Curador do museu estava disposto a dar a vida pela arte. Nessa parte, no ano de 1939 os quadrinhos ficam em preto e branco como flashbacks.

Jiro Taniguchi teve o cuidado de retratar com percepção as obras de arte, o trabalho é magnífico, acredito que só tendo em mãos para perceber o cuidado e importância de cada traço. Estou encantada até agora.

Uma leitura obrigatória em uma edição que todos deveriam ter em casa <3

Beijos!

18 comentários

  1. Simplesmente fascinante!! Vi essa HQ hoje em um grupo no whatsapp e fiquei bem interessada em saber um pouco mais. E agora, me deparo com uma resenha sobre ele. Incrível!!
    Sou apaixonada por história, e amei ver um pouco da história da arte ser tão bem retratada.
    Adorei os traços e as cores utilizadas.
    E o fato do personagem não possuir nome, foi uma boa sacada. Fazendo com que o leitor mergulhe mais a fundo na aventura em si.
    Amei!!

    Bjos

    ResponderExcluir
  2. Puxa, um mangá de capa dura! Como tenho pouco contato com este gênero, fiquei encantada com o que li e vi acima. Parece uma edição incrível e com ilustrações belíssimas!
    Sem contar a narrativa e fiquei muito interessada na parte da Segunda Guerra, trazendo um pouquinho desta fase de ter que esconder obras de arte dos alemães!
    Com certeza, vai para a lista de desejados!
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Olá, esse mangá conta com uma premissa que chama atenção por conta dessa intersecção entre realidade e ficção, sem contar que a ambientação também corrobora para que o leitor tenha uma experiência visual incrível. Os fatos e figuras históricas também são outros pontos que fazem com que a trama de Tuniguchi ganhe ainda mais valor. Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Olá Aline!
    Que perfeição de livro! Apesar de não ler muitos mangás fique fascinada com esse enredo. Eu amo História e fatos históricos por isso fiquei tão sedenta por esse livro que promete uma torrente de conhecimento. E esses detalhes dos flashbacks? Geniais. Já coloquei ele no tomo da minha lista de desejados.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Que mangá interessante, saber sobre esses artistas que fizeram e fazem sucesso até hoje deve ser uma experiência bem agradável, ainda mais que envolve fantasmas dos próprios artistas, uma aula e tanto de cultura. Mas acho que deve dar aquela dúvida do que é real ou imaginário na cabeça do personagem, isso deixa a leitura, mais intrigante.

    ResponderExcluir
  6. Interessante, principalmente pelo que o personagem aprende sobre arte e os pintores. Uma obra dessas não deve ser fácil de ser construída. Preciso me convencer a começar a ler HQs e mangás. Devo estar perdendo tanta coisa boa...

    ResponderExcluir
  7. Tenho muita vontade de conhecer o Louvre, como não sei se um dia irei vê-lo pessoalmente, esta obra já nos transporta para lá e podemos conhecer suas curiosidades!! Ficou lindo esse mangá, já quero!!

    ResponderExcluir
  8. Oi, Aline!!
    Sem dúvida todos devíamos ter esse mangá maravilhoso em casa, primeiro por que é lindo demais e segundo acho fascinante o Museu do Louvre. Achei a história bem interessante e fiquei bem curiosa para conhecer esse mangá.
    Bjos

    ResponderExcluir
  9. Eu não sou muito fã de HQs e mangás, mas de vez em quando tem alguns que realmente me impressionam. Essa história tem tudo pra ser um desses casos: também sou apaixonada por arte, a ideia de alguém defendendo com a vida as obras de arte durante a segunda guerra me emociona, e principalmente a parte da conversa com Van Gogh, meu artista favorito... acho que Guardiões do Louvre será leitura obrigatória em 2019!

    ResponderExcluir
  10. Guardiões do Louvre não conseguiu me encantar o bastante. Eu gostei da proposta e dos ensinamentos, mas lendo a resenha não sei se isso ficou bem colocado. Caso tente arriscar, será por sua alta recomendação e também pelo interesse na Segunda Guerra Mundial, presente na história.

    ResponderExcluir
  11. Eu estou muito curioso com esse Mangá.
    Alias eu não sei qual obra do Pipoca e Nanquim eu não tenho vontade de ter kkkkk.

    ResponderExcluir
  12. Simplesmente estou apaixonada por essa HQ, amoo artes, amoo a história da arte e tudo que inclui museus a história a humanidade msm, e todo o mistério que o cerca, a capa é lindíssima, toda a estrutura e eles capricharam nas ilustrações, com toda certeza quero ler pra ontem, muito boa a resenha, como sempre objetiva e nos faz querer ler imediatamente!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  13. Acredita que nunca li uma HQ? Acredito que quando pegar um nas mãos também vou devorá-lo como louca kkk
    Só sei dizer que estou apaixonada nos traços e cores destas ilustrações!

    ResponderExcluir
  14. De todas as resenhas que li aqui no blog essa foi a que mais me chamou atenção. Adorei a temática da HQ, e amo quando as histórias possuem baixa fantasia. Essa mescla suave entre realidade e fantasia.
    Quero poder visitar o Louvre algum dia. Enquanto isso não acontece, viajamos através de livros e HQ's mesmo ;)

    ResponderExcluir
  15. Cada dia mais fã do seu blog, você resenhar quadrinhos era meu sonho kkkkk
    Tenho uma coleção aqui e casa do Pipoca & Nanquim, sou fã demais dos caras e acompanho os vídeos deles no YT. Essa edição não tive o prazer de ler ainda, mas pela sua resenha é mais uma que vou favoritar. Ansioso para ler
    vlw

    ResponderExcluir
  16. Muito interessante adoro mangás e o Museu do Louvre é um dos lugares que mais tenho vontade de conhecer um dia pelas fotos da pra ver que a arte realmente está maravilhosa.

    ResponderExcluir
  17. Oi Aline,
    Adoraria ler um mangá, mas sou meio perdida, os que tentei não rolou, rs.
    Eu já ouvi falar um pouco sobre o museu, inclusive é um dos lugares que eu adoraria visitar, gostei de ser o elemento principal da história, e traz um choque de cultura enorme né?
    Também gosto de conteúdos sobre a segunda guerra, o autor acertou em tudo.
    Realmente adorei, curiosa demais para ler.
    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Esse mangá parece ser maravilhoso. E que ilustração linda. Nunca fui em um museu e gostaria muito de ir em um. Infelizmente tivemos uma grande perda no Museu Nacional

    ResponderExcluir

Copyright © 2018 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo