09 julho, 2019

RESENHA | Dois Irmãos, uma Guerra - Ben Elton

Título: Dois Irmãos, uma Guerra
Autor(a): Ben Elton
Editora: Jangada
Páginas: 496
Gênero: Ficção / Literatura Estrangeira
Ano: 2014
Skoob
Nota: 4,5/5
Link para Compra
Livro cedido pela Editora
Sinopse: Dois Irmãos, Uma Guerra é a história comovente de dois garotos - um judeu e seu irmão adotivo ariano -, criados como gêmeos, à sombra do Nazismo.
Nascidos em Berlim, em 1920, e criados por pais judeu-alemães, no início as origens dos irmãos são irrelevantes. Mas, com a mudança do cenário político, eles acabam em lados opostos durante a Segunda Guerra Mundial - um fazendo parte da Waffen-SS e o outro, do exército britânico - e têm que se confrontar com uma escolha inimaginável, que mudará completamente o destino de ambos. Qual deles sobreviverá? Como irão enfrentar a terrível verdade oculta em seu passado?
Dois Irmãos, Uma Guerra apresenta a história da família Stengel, o casal Frieda e Wolfgang , ainda jovens tiveram gêmeos, mas infelizmente um nasceu morto; ao mesmo tempo, no mesmo hospital, uma mãe morre no parto, e os avós decidem dar a criança para adoção; assim o bebê é oferecido a família Stengel, eles aceitam e acreditam que os gêmeos estão de volta, mesmo o bebê não sendo judeu, assim como eles.
Isso tudo acontece um pouco depois da primeira guerra, até a trama avançar para a segunda guerra; em meio a esse período acompanhamos o crescimento dos gêmeos, como eles são inseparáveis; Otto e Paulus até chegam a se apaixonar pela mesma garota, até que o rumo da vida de todos muda, os caminhos se separam pelo regime nazista. Qual deles vai sobreviver? Eles agora estão em lados opostos da guerra, e o segredo de infância vêm a tona.



Vocês sabem como gosto dessa temática, e mesmo lendo muito sobre a Segunda Guerra Mundial, eu acabo sempre aprendendo mais, e sofrendo mais também; assim foi com esse livro; que acredito ser o melhor que já li sobre o assunto.
A emoção tomou conta, a história possui uma carga emocional muito intensa; o autor apresenta todo cenário do nazismo e da Alemanha durante a SGM, e usa descrições fortes de todo sofrimento da guerra. Apesar disso, não é uma leitura cansativa, a narrativa é envolvente, sensível e quase 500 páginas se tornam 200. Uma história narrada em terceira pessoa, que superou minhas expectativas; os personagens são bem trabalhados e os personagens secundários se tornam muito importantes para a trama.
Eu indico esse livro para todos, e com dor no coração me despedi dele querendo voltar para a primeira página e reler tudo, fingindo não saber daquele final.

QUE LIVRO FANTÁSTICO.

Beijos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Copyright © 2019 | Design e Código: Sanyt Design | Uso pessoal • voltar ao topo